TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Profissão Professor

Por:   •  13/4/2019  •  Pesquisas Acadêmicas  •  2.056 Palavras (9 Páginas)  •  23 Visualizações

Página 1 de 9

Universidade Federal de Alagoas

Instituto de Química e Biotecnologia

Caio Daniel

Leonardo Souza

Matheus Henrique

Thallyta Maria

Wallace Santos

Ensinar é uma especificidade humana

Maceió-AL

20 de março de 2019


Caio Daniel

Leonardo de Souza Gomes

Matheus Henrique Aristides

Thallyta Maria dos Santos Rocha

Wallace de Lima Santos

Ensinar é uma especificidade humana

 

[pic 1]

Maceió-AL

20 de março de 2019

Sumário

  1. Introdução................................................................................................4
  2. Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade...........................................................................................5
  3. Ensinar exige comprometimento.............................................................5
  4. Ensinar exige compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo......................................................................................................6
  5. Ensinar exige liberdade e autoridade.....................................................6-7
  6. Ensinar exige tomada consciente de decisões.......................................8-9
  7. Conclusão...............................................................................................10
  8. Referencias.............................................................................................11

2.0. Introdução

No livro pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa diz que “não há vida sem correção, sem retificação” [1] “nós podemos reinventar o mundo”[2] “mudar é difícil, mas é possível”[3] todas estas palavras mostram o quanto Paulo freire era um agente transformador quanto ele tinha de preocupação realmente de trazer ao mundo uma esperança de um mundo melhor onde o cidadão realmente  pudesse exercer a sua cidadania através da sua alfabetização juntamente com o letramento traria uma grande mudança social esse era o pensamento do Paulo freire.

Que o oprimido que existe em cada um deve ser extraído pela própria pessoa, cabe ao professor ser a pessoa que vai “cutucar” na verdade, o professor vai apenas fazer o movimento de fazer o outro pensar e então o próprio aluno se emancipar. Essa emancipação é algo que acontece de dentro para fora e não o contrário, então é necessárias as trocas de alógicas de professor e aluno para que o aluno realmente se sinta fortalecido e não se sinta tão oprimido dentro do sistema e principalmente as camadas populares.

O capitulo 1 se referindo ao assunto que diz que sem docência não há discência, não existe professor sem aluno, o capitulo 2 falando que ensinar não é transferir conhecimento e no capitulo 3 que é o capitulo abordado no decorrer do trabalho falando sobre o homem e suas especificidades humanas, discorendo sobre a segurança para abordagem de um assunto, o ser generoso para poder ensinar e também aprender com o aluno exigindo comprometimento,  existindo liberdade e comprometimento ao mesmo tempo.

3.0. Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade

A segurança que o profissional docente se implica é em relação a competência

profissional, um professor que não leva a sério a sua formação, que não estuda e não se esforça para ensinar, não possui força moral para coordenar atividades em sala de aula, pois gera desinteresse nos alunos e assim a incompetência profissional desqualifica a autoridade do professor.

O respeito com o profissional docente vai surgir a partir de uma relação justas, sérias, humildes e generosas. A arrogância nega toda a humildade e generosidade pois causa uma reação negativa ao exercício de uma atividade.

Autoridade coerente democrática, não é transformar a existência dos alunos num calendário tradicional; marcar lições, provas e jogar conteúdos de forma acelerada, mas sim se reinventar cada dia mais, com renovação de métodos de ensino para proporcionar maior aprendizado e interação entre os alunos, ser professor não é ensinar o aluno a superar suas ignorâncias se o professor não consegue abandonar as suas próprias ignorâncias.

 4.0. Ensinar exige comprometimento

    Neste tópico, Freire cria uma relação funcional entre o professor e o aluno, uma relação tal que se tenha um aprendizado maior e o respeito do professor com o aluno.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.2 Kb)   pdf (274.7 Kb)   docx (109.7 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com