TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Secretaria de Assistência Social de Nova Venècia-ES

Por:   •  2/9/2015  •  Trabalho acadêmico  •  803 Palavras (4 Páginas)  •  258 Visualizações

Página 1 de 4

DIÁRIO DE CAMPO II

Identifição:   Secretaria de Assistência Social de Nova Venècia-ES

Data: 14/04/2015

Local:   Prédio da Secretaria de Assistência Social/ Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Atividade: Atendimento aos usuários de Beneficio Eventual

Pela manha houve atendimento aos usuários solicitando a cesta básica, mas a maior parte desses usuários não se encaixa nos critérios de concessão deste beneficio devido possuir uma renda fixa.

De acordo com essas informações, destacamos que no caso da oferta de cesta básica, é pertinente considerar que esta integra o universo da vulnerabilidade e das situações de risco, perdas e danos à integridade de famílias e indivíduos, porém, é importante esclarecer que o enfrentamento às situações em tela não pode limitar-se à viabilização desses insumos, exigindo ações complementares e estruturantes, como a promoção do acesso a políticas, serviços e direitos sociais. Do contrário, as ações não atingem a complexidade das demandas e necessidades da população, produzindo resultados insuficientes e sem efetividade.

Como houve atendimento pela manhã aos usuários na secretaria de assistência social,   só resta-me falar sobre os atores envolvidos no atendimento  que aconteceu pela manha, na secretaria de assistência. Os atores envolvidos são:

* o profissional do setor de serviço social;

* os usuários;

E possível observar que,  os Benefícios Eventuais são disponibilizados à população em conformidade com as definições das LOAS.  Estes Benefícios incluem-se no universo da garantia de direitos via política social, afastando-se de práticas assistencialistas ou baseadas na caridade e filantropia, que tendem a transformar direito em favor. Observa-se, ainda, que a operacionalização dos Benefícios Eventuais em Nova Venècia ocorre através da secretaria municipal de Assistência Social e CRAS, que viabiliza sua oferta, segundo informações da gestão municipal.

Portanto, é fundamental afirmar que, historicamente, a efetivação  da concessão dos benefícios eventuais e outros benefícios sociais, numa perspectiva de totalidade, revela-se  através da inclusão no estudo social da observação e análise dos diferentes aspectos da vida social. Dentre as profissões do campo social, atualmente, é o assistente social, o profissional com a única formação inicial que prima pelo preparo específico de seus/suas profissionais para atuar também nesta demanda, tendo tais competências definidas e legitimadas em lei federal, podendo os/as profissionais serem responsabilizados ética e tecnicamente caso não o façam adequadamente, já que são habilitados/as para tal.

 Importante citar que podem decorrer da avaliação socioeconômica  na concessão de um benefício diversas outras ações que exigem leitura complexa da realidade social que, pela especificidade da formação, apenas assistentes sociais possuem, abordando dimensões:

Que engloba as abordagens individuais, familiares ou grupais na perspectiva de atendimento às necessidades básicas e acesso aos direitos, bens e equipamentos públicos. Essa dimensão não deve se orientar pelo atendimento psicoterapêutico a indivíduos e famílias (próprio da Psicologia), mas sim à potencializarão da orientação social, com vistas à ampliação do acesso dos indivíduos e da coletividade aos direitos sociais; 2. de intervenção coletiva junto a movimentos sociais, na perspectiva da socialização da informação, mobilização e organização popular, que tem como fundamento o reconhecimento e fortalecimento da classe trabalhadora como sujeito coletivo na luta pela ampliação dos direitos e responsabilização estatal; 3. de intervenção profissional voltada para inserção nos espaços democráticos de controle social e construção de estratégias para fomentar a participação, reivindicação e defesa dos direitos pelos/as usuários/as e trabalhadores/as nos Conselhos, Conferências e Fóruns da Assistência Social e de outras políticas públicas; 4. de gerenciamento, planejamento e execução direta de bens e serviços a indivíduos, famílias, grupos e coletividade, na perspectiva de fortalecimento da gestão democrática e participativa, capaz de produzir, intersetorial e interdisciplinarmente, propostas que viabilizem e potencializem a gestão em favor dos/as cidadãos/aos; 5. que se materializa na realização sistemática de estudos e pesquisas que revelem as reais condições de vida e demandas da classe trabalhadora, e possam alimentar o processo de formulação, implementação e monitoramento da política de Assistência Social;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.3 Kb)   pdf (101.7 Kb)   docx (13.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com