TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais História e Geografia

Por:   •  23/3/2020  •  Resenha  •  854 Palavras (4 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 4

Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais História e Geografia

Valesca Oliveira de Andrade

O ensino História está como disciplina escolar está no currículo desde o decreto das escolas de primeiras letras de 1827, que estabelecia o que devia ser ensinado.

No final de 1870 como reflexo da discussão sobre o fim da escravidão e a mudança de Império para República, foram feitas novas mudanças no currículo tentando eliminar História Sagrada e fornecer um Ensino Laico, o termo de ensino até esse momento era memorização e repetição oral dos textos escritos.

Com a implantação da República surge a educação tendo como base patriotismo e espírito cívico.

A partir de 1930 surge mudanças maiores, influenciadas por diversos fatores como a urbanização em massa, a industrialização, crescimento populacional, movimento da escola novista, mas na metodologia tudo continuou da mesma forma, apesar das propostas da escola nova de aulas mais ativa, a realidade escolar continuava sendo a mesma, memorização e repetição.

Foi através do marxismo que a LDB-71, substituiu História e Geografia por Estudos Sociais e Educação Moral Cívica.

Com a redemocratização voltam a discutir sobre incluir o ensino de História e Geografia no currículo escolar. Surge então a História Critica com o intuito de desmistificar as ideologias possibilitando a análise das manipulações de massa. Nesse mesmo período surgem novas teorias pedagógicas, tendo como destaque o construtivismo, qual o aluno se torna sujeito ativo na construção do conhecimento. Foi a partir do construtivismo que a mentalidade dos professores começa a mudar, e percebem que são mediadores do conhecimento, começam a sair do, “cópia e cola” e usar novas técnicas de ensino. O ensino de História permanece até hoje em constante processo de mudanças

O ensino e aprendizagem em História envolvem uma distinção básica entre: O saber histórico e o saber histórico escolar. O saber histórico é o campo de pesquisa e produção de conhecimentos onde atuam especialistas, ou seja, antropólogos, arqueólogos, historiadores, etc.; e o saber histórico escolar seria pegar esse conhecimento cientifico e articular de uma maneira para que se atinja os objetivos do ensino fundamental, nesse processo se agrega uma construção das representações socias, influenciadas pelo convívio entre os alunos e os professores. A relação entre o saber histórico e o saber histórico escolar compreende na delimitação de três conceitos: o de fato histórico, de sujeito histórico e de tempo histórico.

O ensino e aprendizagem de História no primeiro ciclo, inicialmente seriam trabalhadas para que os alunos possam aprender as semelhanças e as diferenças, transformações e permanências, para analisar o modo de vida social, cultural e econômico da sua localidade.  Como os alunos ainda estão no início da alfabetização o ideal é utilizar fontes orais e iconográficas. O professor precisa incentivar o aluno a utilizar mais de uma fonte para aos poucos ele ir ganhando autonomia.

Tem como objetivos ao final do primeiro ciclo que os alunos sejam capazes de comparar acontecimentos no tempo, reconhecer algumas semelhanças e diferenças sociais econômicas e culturais da sua localidade, reconhecer permanências e transformações na família, escola e coletividade. Vale ressaltar que esta proposta o intuito é aprender.

O método de avaliação do primeiro ciclo são apenas dois tópicos, que são: reconhecer semelhanças e diferenças de grupos sociais do presente, e reconhecer a presença de alguns elementos do passado no presente.

No segundo ciclo, com domínio maior da linguagem escrita permitem a ampliação do conhecimento já adquirido no primeiro ciclo, então podemos incrementar a aula com conteúdo históricos através de mitos, lendas, reportagens, etc.; porem não é somente trazer para sala de aula varias informações, o professor deve criar situações que instigue o aluno para estimular a pesquisa, fazendo o pensar refletir, trocar ideias.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)   pdf (38.6 Kb)   docx (8.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com