TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Crítica - Filme Tempo Modernos

Por:   •  3/10/2014  •  411 Palavras (2 Páginas)  •  686 Visualizações

Página 1 de 2

RESENHA CRÍTICA

Filme: Tempos Modernos de Charles Chaplin

O filme Tempos Modernos, retrata a vida urbana nos Estados Unidos nos anos 30, quando a maioria da população estava desempregada e passava fome. Através do sistema de linha de montagem, o filme traz à tona toda a alienação do trabalhador em relação ao capitalismo crescente e a modernidade. É como se Chaplin já tivesse uma visão do futuro.

Protagonizado e dirigido por Charles Chaplin. Chaplin interpreta Carlito, um dos muitos operários que trabalhavam em indústrias na época. Após alguns episódios dentro de empresa Carlito é considerado louco sendo enviado a uma clínica para tratamento. Após ser liberado da clínica, vai preso por estar junto a um movimento comunista e logo também é liberado da prisão, mas faz de tudo para ficar preso já que era mais confortável estar na prisão do que nas ruas. Fora da prisão conhece uma jovem, órfã e muito pobre, e daí em diante caminham juntos contra a crise que os persegue durante toda a história.

Em avaliação ao filme, Chaplin trata através de sua história a desigualdade entre as camadas sociais e mostra o quanto os trabalhadores eram explorados para alimentar o conforto e a diversão da burguesia. Mostra também, claramente, a alienação do operário como na cena em que Carlito faz movimento repetitivos de apertar equipamentos mesmo fora do serviço e, nesse mesmo contexto, mostra o poder das máquinas contra o trabalhador.

O relógio mostrado no filme nos traz a idéia da rapidez em que a indústria é movida, mostrando a maior necessidade do mercado que cresce cada vez mais, ou seja, é preciso produzir mais em menos tempo.

A cena de Carlito dentro da máquina é bem clássica, pois mostra o operário como peça do sistema e que, através de toda a alienação, pode a qualquer momento ser “sugado”, psicologicamente falando.

Por fim, o filme mostra a órfã e Carlito demonstrando uma grande vontade de ter uma vida digna e mesmo não conseguindo, leva esse objetivo até o fim.

É uma crítica à modernidade e ao capitalismo representado pelo modelo de industrialização e que, mesmo não sendo uma história atual, suas cenas se repetem na nossa realidade, em pleno século XXI, onde a alienação e o poder do capital consomem as pessoas e as indústrias ainda visam apenas o lucro, trazendo apenas algumas melhorias que se deram através das lutas trabalhistas, mas a desigualdade permanece, desemprego e até a fome. Um filme digno que traz verdadeiras reflexões ao “Tempo Moderno” em que vivemos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com