TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A MUSICALIZAÇÃO INFANTIL

Por:   •  6/7/2019  •  Trabalho acadêmico  •  4.518 Palavras (19 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 19

MUSICALIZAÇÃO INFANTIL

        

Ione amaro dos santos

Ivaneide amaro dos santos

Maria rozeane pontes

Prof.ª Tutor Externo Fernanda Cristina borgatto

Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI

Pedagogia (PED1904/3) – Prática Interdisciplinar IIII 04/06/2019

        

INTRODUÇÃO

Nesta pesquisa queremos mostrar os benefícios que a música traz aos nossos alunos, porque quando os nossos alunos têm uma boa experiência musical na infância, melhora e enriquece os processos sensoriais, motores e cognitivos (pensamento, linguagem, Aprendizagem e memória). Um dos papéis mais importantes que a música desempenha no ambiente educacional é a promoção da criatividade, por isso deve ser considerado quando uma unidade didática é feita. Desde a educação infantil o processo de ensino-aprendizagem utiliza a música como um recurso para acrescentar novos conhecimentos, para garantir o conhecimento prévio, para manter o foco, Através de canções, canções com gestos, poemas, ritmos, … Como argumenta Maria Carmem Reyes (2011), PhD em arte, filosofia e criatividade, Psicopedagoga e violinista, “a música deve ocupar no sistema educacional um papel proeminente por seus benefícios em outros assuntos como matemática, linguagem, Conhecimento do meio ambiente, educação física, …

E no desenvolvimento evolutivo dos alunos.

“No entanto, a música está sofrendo um descrédito, reduzindo o número de horas do cronograma de educação primária e exigindo um nível mais baixo dos professores que ensinam este assunto. 

A MÚSICA DESDE QUE NASCEMOS: O EFEITO MOZART 

Como se sabe que já no útero, o feto tem suas primeiras sensações auditivas; Ele pode perceber o batimento cardíaco, certos ruídos do sistema digestivo da mãe e até mesmo, sons do mundo exterior. Pouco depois do nascimento, o ambiente sonoro e a música começam a ser parte de sua vida. A canção de ninar e os ninar da mãe, os jogos rítmicos, as canções dos irmãos, o rádio e a televisão, encontram-se por um determinado tempo, a primeira etapa de sua musicalização. Quando a criança entra no primeiro ciclo de educação infantil este processo começa a organizar, gradualmente se tornando experiência consciente, ou seja, na aprendizagem. No início como uma continuação da casa, a partir do que a criança traz: suas canções, jogos, brinquedos favoritos, a ser conduzido sem abrupta e traumatizante transições para o seu desenvolvimento musical e formação. Hoje o efeito de Mozart é bem conhecido, de acordo com os cientistas do centro neurobiológico de aprendizagem e memória da Universidade da Califórnia Velsid, 2006), tem grandes benefícios no ser humano, como ajudar a desenvolver a inteligência das crianças, atenuar os efeitos de certas doenças, como a doença de Alzheimer, etc. Todos ouvindo a música deste grande compositor. O sistema auditivo se desenvolve em um estágio muito precoce no feto: no quinto mês de gestação o bebê já está começando a reagir aos estímulos sonoros de sua mãe. O autor destas investigações, Don

Campbell(Vazquez, 1998, p. 145), propõe que a criança, de seu estágio fetal, seja estimulada musicalmente por sua mãe. Desta forma, melhorará o seu crescimento, o seu desenvolvimento intelectual, físico e emocional e a sua criatividade. Com isso, as obrigações afetivas da mãe e da criança são reforçadas. Este cientista americano explica por que é a música de Mozart e outros compositores, e não a de outros estilos, que induz estes efeitos no cérebro. Este efeito também continua a produzir bons resultados durante os primeiros cinco anos de vida, um estímulo capaz de formar seres inteligentes, mas também emocionalmente saudáveis.

EXPERIÊNCIAS DE EFEITO DE MOZART

Desde o ano 1993, vários experimentos têm sido realizados para demonstrar que a audição musical de Mozart tem importantes benefícios para o organismo. Embora o efeito não é duradouro, como deve continuar a trabalhar em estágios posteriores, ouvir Mozart não mais do que dez minutos duas vezes por dia, em horas entre 7:00 e 10:00 da manhã e 7:00 e 10:00 da noite, como os momentos de jogo e sono pode N Aproveite para ouvir música causando um aumento no desempenho intelectual. Em adultos, Mozart e outros autores da época provocam Estados de relaxamento e também estimula a inteligência, por isso não é muito para prestar atenção a algumas composições.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (30.9 Kb)   pdf (508.6 Kb)   docx (484.2 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com