TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Projeto Integrador

Por:   •  9/1/2019  •  Relatório de pesquisa  •  4.391 Palavras (18 Páginas)  •  22 Visualizações

Página 1 de 18

[pic 1]

[pic 2][pic 3]

[pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]



RESUMO

        Este estudo busca, por meio de uma pesquisa bibliográfica contribuir com reflexões a cerca da aprendizagem e desenvolvimento da criança no contexto da educação infantil à luz dos fundamentos da teoria histórico-cultural. O objetivo é pontuar a importância do professor desse segmento de ensino conhecer as especificidades de cada período evolutivo e a atividade principal que impulsiona a aprendizagem da criança. A hipótese é que somente pela apropriação desse processo marcado pela periodização do desenvolvimento, possibilita conduzir uma prática educativa mais significativa de intervenção pedagógica que possa potencializar o desenvolvimento infantil, atuando como desencadeador de situações representativas aos avanços psíquicos da criança, rumo as máximas possibilidades colocadas na primeira etapa da Educação Básica.

Palavras-chave: Periodização; Aprendizagem; Desenvolvimento; Educação Infantil.


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO ........................................................................ 04

DESENVOLVIMENTO  ...........................................................  06

FUNDAMENTAÇÃO TEORICA ............................................... 06

MATERIAL E METODOS ......................................................... 13

RESULTADO E DISCUSSÃO .................................................. 14

CONSIDERAÇÕES FINAIS ...................................................... 15

REFERÊNCIAS  ........................................................................ 16



INTRODUÇÃO

A educação infantil, como primeira etapa da Educação Básica é um espaço privilegiado para os primeiros contatos com o conhecimento sistematizado, intencional e devidamente organizado pelo professor, tendo como instrumento norteador a atividade principal correspondente em cada período do desenvolvimento infantil.

Conhecer o desenvolvimento infantil é condição primeira para delinear a forma de como ensinar a criança, quais os encaminhamentos metodológicos mais adequados para cada momento, considerando as características psíquicas consolidadas e as devir, tendo em vista que ensinar uma criança exige o discernimento de adequar os meios e estratégias diferenciadas em cada momento, posto que as necessidades de ensino da criança na primeira infância é provavelmente diferente das necessidades de ensino de uma criança no período da infância, ou pré-escolar, o que pressupõe maior compreensão do professor para a escolha das atividades.

A forma de ensinar exige a compreensão teórica do conteúdo a ser explorado pelo professor. Segundo Pasqualini (2010) exige uma ação pedagógica sequenciada, onde cada ação dominada pela criança se converte em pré-requisito para as próximas conquistas.

Cabe ao professor, em seu planejamento definir coerentemente suas estratégias de ensino organizando a atividade da criança a partir dos pressupostos de periodização, amplamente explanado pelos estudiosos da psicologia histórico-cultural e de modo particular, por Elkonin (1987; 2009).

        Desse modo o estudo visa refletir sobre a necessidade do professor conhecer os diferentes níveis do desenvolvimento infantil e sua atividade principal a fim de aprimorar sua prática pedagógica destinada a criança da educação infantil da faixa etária entre 0 a 5 anos, tendo por base  as contribuições da psicologia histórico cultural. O objetivo é conhecer os períodos do desenvolvimento proposto por Elkonin e demais estudiosos da escola de Vigotiski, relacionado ao ensino e aprendizagem, tendo o professor como mediador deste processo.

Especificamente, buscar-se há abordar o conceito de atividade principal que em uma determinada idade que dirige o desenvolvimento psíquico da criança; analisar as características do período da primeira infância, cujo a atividade é a comunicação emocional direta adulto/criança no primeiro ano de vida passando pela atividade objetal manipulatória e finalmente apresentar as características do período da infância com o aparecimento da atividade principal, marcada pelo jogo de papéis sociais.

Para a abordagem sócio histórica do desenvolvimento humano, em que se fundamenta esse estudo, são as mediação dos adultos ou de outras crianças mais experientes, condição fundamental na formação do indivíduo, para que o processo de humanização se dê de modo efetivo. A este respeito, Elkonin (2009), estabeleceu períodos durante a trajetória de vida do sujeito, na qual, em cada período, haveria uma atividade diretora desse processo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (30.1 Kb)   pdf (419.9 Kb)   docx (222.8 Kb)  
Continuar por mais 17 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com