TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A morte vista de um ponto de vista sociológico

Por:   •  14/5/2015  •  Artigo  •  1.024 Palavras (5 Páginas)  •  84 Visualizações

Página 1 de 5

Freud

As etapas do desenvolvimento emocional na teoria de Freud

No desenvolvimento da sexualidade outra desenvolvimento psicossocial, Freud considera que, evolutivamente, apresentamos em Casa estágio:

  • Uma zona erógena específica
  • Uma determinada organização de fantasias basicas
  • Uma modaidade de relação objetal


Emoção cada fase a libído, energia sexual, Se organiza emoção torno de uma 
zona erógena.

Etapas

  • Fase oral (do nascimento até 12/18 mesess)
  • Fase anal (12/18 meses até 3 anos)
  • Fase falica (3 a 6 anos)
  • Períod
  • o de Latência (7 anos 11 anos)


A fase oral

A começar do nascimento, Freud diz que a primeira fase de desenvolvimento de uma criança se concentra na região oral. Tendo como exemplo principal a amamentação da mãe, a criança obtém prazer a partir do ato de sucção e sente então satisfação com a nutrição proporcionada pelo ato. Onde a amamentação é interrompida precocemente, Freud afirma que a criança terá atitudes suspeitas, não confiáveis ​​ou sarcásticas, enquanto a que for constantemente amamentada - talvez super-amamentada - terá uma personalidade confiante e ingênua. Com duração de um ano a um ano e meio, a fase oral termina com a introdução do desmame.

Fase anal

Ao receber orientações sobre higiene íntima, a criança desenvolve uma obsessão para com a região anal e o ato de mexer com as entranhas. Freud diz que a criança vê esta fase como uma forma de se orgulhar das "criações", o que leva à personalidade "anal expulsiva". A criança pode também propositadamente reter seu sistema digestivo como forma de destituir os pais, o que leva à personalidade "anal retentiva". Freud afirma que esta fase tem uma duração de um a dois anos.

Fase fálica

De acordo com Freud, a fase fálica é a mais crucial para o desenvolvimento sexual na vida de uma criança. Ela se concentra nos órgãos genitais - ou a falta deles, se a criança for do sexo feminino - e os complexos infames de Édipo ou Electra emergem. Para um homem, a energia sexual é canalizada no amor por sua mãe, levando a sentimentos de inveja (às vezes violentos) ao pai. No final, no entanto, o menino provavelmente aprenderá a se identificar com o pai, em termos de órgãos genitais correspondentes, reprimindo assim o complexo de Édipo. Por outro lado, o complexo de Electra, embora Freud não tenha sido tão claro assim, principalmente diz respeito ao mesma fenômeno, porém invertido, para as meninas. Freud alega que esta fase dura de três a quatro anos.

Período de latência

Freud diz que o período de latência no desenvolvimento da criança não é um período psicossexual, mas sim uma fase de desejos inconscientes reprimidos. Neste período, a criança já superou o complexo da fase fálica e, embora desejos e impulsos sexuais possam ainda existir, eles são expressos de forma assexuada (amizades, escola, esportes) até o começo da puberdade.

Fase genital

De acordo com Freud, na fase genital, a criança mais uma vez volta a sua energia sexual para seus órgãos genitais e, portanto, em direção às relações amorosas. Ele diz que esta é a primeira vez que uma criança quer agir de acordo com seu instinto de procriar. Também, em caso de conflitos sexuais não resolvidos em fases anteriores de seu desenvolvimento, Freud diz que estes emergirão na fase genital, a homossexualidade sendo um dos exemplos citados por Freud.


Vygotsky


Para Vygotsky o indivíduo nao nasce com potencial, mas simples eu interação com o meio vai gerando Gaps de conhecimento e desenvolvimento que são preenchidos posteriomente.

  • Filogênese - história da espécie
  • Ontogênese - história do indivíduo
  • Sociogênese - história da cultural onde indivíduo está inserido
  • Microgênese - história dos fenômenos formadores do indivíduo em específico


Puberdade - biológico
Adolescente - cultural

Mediação- relação realização porém meio de mediadores, sejam deles objetos outra signos.

Zona de desenvolvimento Proximal (ZDP) - zona do desenvolvimento entre a capacidade atual e a capacidade potencial do indivíduo.

Objetivo da teoria de Vygotsky
Caracterizar os 
aspectos tipicamente humanos do comportamento e elaborar hipóteses de como essas características se formaram ao longo da história humana e de como se desenvolvem durante a vida do indivíduo. 

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.1 Kb)   pdf (1.2 Mb)   docx (1 Mb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com