TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ADOLESCENTES DO SECULO XXI: AS DIFICULDADES NA RELAÇÃO INTRAPESSOAL

Por:   •  14/4/2019  •  Trabalho acadêmico  •  4.878 Palavras (20 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 20

CENTRO UNIVERSITÁRIO ALVES FARIA

GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Camylla Marcia

Lorrany Rosa

Núria Kamila

Pedro Henrique

Talline Cristina

Vitoria Matos

ADOLESCENTES DO SECULO XXI: AS DIFICULDADES NA RELAÇÃO INTRAPESSOAL

                                                                    GOIÂNIA,

2018

CENTRO UNIVERSITÁRIO ALVES FARIA

GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Camylla Marcia

Lorrany Rosa

Núria Kamila

Pedro Henrique

Talline Cristina

Vitoria Matos

ADOLESCENTES DO SECULO XXI: AS DIFICULDADES NA RELAÇÃO INTRAPESSOAL

Artigo apresentado ao Centro Universitário Alves Faria como requisito parcial para a nota, se configurando em uma atividade processual.

Orientador: Prof. Dr. Júlio Cesar

GOIÂNIA,

2018

Aos alunos que se empenharam com dedicação no processo de

construção deste trabalho, nossos sinceros agradecimentos.

 Que nas quartas feiras possam continuar usando rosa

e que não percam a fé.

                                                  “Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele. ”

(Jean – Jacques Rousseau

SUMÁRIO

1        INTRODUÇÃO        10

2        MÉTODO        14

2.1        Participantes        14

2.2        Local        15

2.3        Instrumentos e materiais        15

2.4        Procedimentos        15

3        RESULTADOS        16

4        DISCUSSÃO        25

REFERÊNCIAS (em uma nova página)        28

ANEXO A - TERMO DE COMPROMISSO        29

ANEXO B -TCLE...................................................................................................................36

ANEXO C - MODELO DE QUESTIONARIO....................................................................38


  1. INTRODUÇÃO

A definição do conceito de adolescência é pouco consensual e muito complexa. Sabe-se que a etiologia da palavra adolescência vem de duas raízes inter-relacionadas: do latim ad (a, para) e olescer (crescer) e também de adolesce, origem da palavra adoecer. A adolescência só a partir do século XIX foi vista como uma etapa distinta do desenvolvimento e durante várias décadas a adolescência, esteve associada a uma fase de tumulto, conflito e tensão para o adolescente e todos os que com ele lidavam. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a fase da adolescência compreende na idade entre 10 e 19 anos de idade (MARTINS; TRINDADE; ALMEIDA 2003). Já no Brasil, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é estabelecido o período da adolescência entre 12 e 18 anos.

Hoje, para alguns autores, a adolescência é considerada um período em que os “jovens”, após momentos de maturação diversificados, constroem a sua identidade, os seus pontos de referência, escolhem o seu caminho profissional e o seu projeto de vida. A duração da adolescência está determinada culturalmente. Apesar do aspecto biológico deste fenómeno, as transformações psíquicas são profundamente influenciadas pelo ambiente social e cultural em que o adolescente se encontra inserido. O desenvolvimento físico afeta profundamente a forma como o adolescente é visto e tratado pelos outros. A este nível destaca-se o rápido aceleramento no crescimento, o desenvolvimento de caracteres sexuais primários e secundários e a consequente maturação reprodutiva. Estas mudanças são estimuladas por um aumento nos hormônios sexuais durante a puberdade, pelo que é expectável que haja frequentes flutuações de humor, nomeadamente no início da adolescência (Brooks-Gunn, Graber, & Paikoff, 1994, Buchanan, Eccles, & Becker, 1992, Richards & Larson, 1993, cit. por Steinberg & Silk, 2002).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (29.4 Kb)   pdf (903.5 Kb)   docx (629 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com