TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fichamento de Saúde Mental do Trabalhador na Terceira Idade

Por:   •  10/2/2019  •  Resenha  •  1.195 Palavras (5 Páginas)  •  24 Visualizações

Página 1 de 5

[pic 2]

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

MBA EM SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Fichamento de Artigo

Katerine Karla Souza da Silva

Trabalho da disciplina Saúde Mental do Trabalhador e na Terceira Idade

                                               

Recife

2019

Artigo: O Sistema Previdenciário Francês: Prestes a se aposentar?

Fichamento

  1. INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

O Sistema Previdenciário Francês: Prestes a se aposentar? Acesso em : https://pt.scribd.com/document/376357412/Caso-Harvard-sistema-Previdenciario-Frances

  1. RESUMO

O artigo ‘O Sistema Previdenciário Francês: Prestes a se aposentar?’ comenta sobre a reforma previdenciária da França. O primeiro ministro Juppé foi a favor de aumentar o número de anos que um trabalhador do setor público teria que trabalhar para conseguir uma aposentadoria integral. Segundo Juppé ‘a França precisava mudar de não quiser se deteriorar’.

O artigo faz uma breve passagem sobre a história da previdência para trabalhadores do setor privado da França e comenta sobre o sistema previdenciário Francês atual, faz uma cobertura básica através do regime geral e comenta sobre o ARRCO e AGIRC, que são os regimes suplementares. Os regimes especiais incluíam o serviço público, o exército, as autoridades locais, as ferrovias, e os monopólios estatais de gás e eletricidade. O desempenho do sitema previdenciário se manteve firmes. Com o passar dos anos a pobreza entre a população idosa tinha erradicado e melhorou os padrões de vida da população aposentada, com taxas de reposição de pensões públicas entre as mais altas do mundo. Por volta de 1990, um número crescente de acadêmicos conservadores acreditava que a introdução e um sistema previdenciário privado totalmente financiado movimentaria a economia nacional ao aprofundar os mercados capitais. Concluindo que seja esperançoso, cínico ou catastrófico, quase todos concordavam que havia muito em jogo e que a política previdenciária permaneceria um grande tópico na pauta política nacional durante o século 21.

 

  1. CITAÇÃO

‘Como na maioria dos países europeus, o sistema previdenciário francês era administrado com base no princípio da repartição, o que significa que a população economicamente ativa atual pagava os benefícios previdenciários da população aposentada atual’. (p. 2)

‘Frente à necessidade de recrutar, disciplinar e manter empregados em mercados de trabalho cada vez mais voláteis, empregadores começaram a incrementar os salários com benefícios adicionais. A função básica destes benefícios, que dependiam de "bom comportamento", era encorajar lealdade à empresas e, assim, diminuir ausências e rotatividade de pessoal’. (p.2 )

‘Edouard Philippe, juiz do Conselho de Estado, caracterizou adequadamente o sistema previdenciário francês como "uma rede complexa de obrigações recíprocas entre gerações e profissões’. (p.4)

‘Cerca de 35 por cento da força de trabalho participava de uma variedade de "regimes especiais."  Setores cobertos por estes regimes especiais incluíam o serviço público, o exército, s autoridades locais, as ferrovias, e os monopólios estatais de gás e eletricidade’. (p.5)

‘Com o passar dos anos, o sistema previdenciário público havia praticamente erradicado a pobreza entre a população idosa e melhorado substancialmente os padrões de vida da população aposentada, com taxas de reposição de pensões públicas entre as mais altas do mundo’. (p.6)

‘Por volta de 1990, um número crescente de acadêmicos conservadores acreditava que a introdução e um sistema previdenciário privado totalmente financiado movimentaria a economia nacional ao aprofundar os mercados de capitais’. (p.8)

‘Oponentes argumentaram, no entanto, que a lei não passava de um passe livre para seguradoras poderosas, e até mesmo alguns dos que apoiavam o conceito da aposentadoria privada refletiram por que tantos agentes financeiros - incluindo empresas de fundo mútuo - foram desencorajados pela lei a gerenciar os novos fundos de pensão’. (p.11)

‘Em relação aos fundos de pensão privada, o Partido Socialista rejeitou oficialmente o conceito, insistindo que uma mudança nos métodos financeiros não causaria nenhum efeito sobre o principal problema demográfico - a saber, razões de dependência crescentes’. (p.13)

‘Seja esperançoso, cínico ou catastrófico, quase todos concordavam que havia muito em jogo e que a política previdenciária permaneceria um grande tópico na pauta política nacional durante o século 21. ’. (p.14)

  1. COMENTÁRIOS

Como relatado no artigo, durante um bom tempo a França enfrentou resistência para ajustar o sistema de previdência social no país.  O Primeiro Ministro Juppé lidou com fortes críticas depois de ter voltado atrás em relação a proposta  de Madelin.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.9 Kb)   pdf (139.4 Kb)   docx (46.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com