TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Filme o corte resenha

Por:   •  19/10/2015  •  Resenha  •  588 Palavras (3 Páginas)  •  3.303 Visualizações

Página 1 de 3

EAEFS – CENTRO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA[pic 1]

CURSO – TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

DISCIPLINA: ÉTICA E PSICOLOGIA DO TRABALHO

ORIENTADORA:  LÍVIA CAROLINE LEITE SILVA

DUPLA:   CRISVANILDO GUEDES BASTOS

                 FERNANDA SANTOS BASTOS

GAVRAS, Costa. O Corte. Bélgica/França/ Espanha, Pandora Filmes, 2005. Duração: 122 minutos.

O filme retrata a historia de um executivo do ramo da celulose que é dispensado de seu trabalho após quinze anos de grande dedicação junto com outros seiscentos funcionários. Aguardando por sua recolocação por dois anos e meio o protagonista engendra um plano mirabolante que inclui selecionar os currículos de seus principais concorrentes para matá-los. Em clima de suspense esta trama nos leva a refletir sobre as consequências psicológicas do desemprego na vida do protagonista.

As mudanças estruturais na Europa no século XXI é a grande vilã deste atual processo de crise econômica vivenciado em escala global. A inserção de novas tecnologias, aliada a crescente especialização produtiva, ocasionaram diversas mudanças no cenário econômico mundial. O desemprego tão temido é uma crescente mesmo em países com um alto grau de desenvolvimento, e esta consequência direta nos permite avaliar os impactos na vida dos indivíduos frente as adaptações impostas pelo mundo capitalista globalizado.

As estruturas sólidas de uma família rica, seu modo de vida consumista, e as relações emocionais constituídas neste pano de fundo, sofrem profundas alterações quando os impactos financeiros  produzidos por esta nova ordem mundial passa a redefinir as prioridades expondo as suas fragilidades emocionais.

Ameaçado pela concorrência, típica da pós modernidade, Bruno Davert assume novas características psicológicas, a forte perturbação a que o sujeito se expos ocasiona baixa auto estima, depressão, isolamento, conflitos emocionais de toda ordem que se refletem no conjunto social em que o personagem está inserido incluindo mulher e filhos.  

Sua obstinação para voltar para o mundo corporativo e recuperar o seu alto padrão de vida o leva a ignorar sua sanidade mental reforçando o seu plano de matar seus concorrentes para facilitar a  sua recolocação no mundo do emprego, esta nova postura é assumida por ele como uma condição de sobrevivência diante da realidade frustrante de ter sido dispensado após anos de dedicação.

Os conflitos vivenciados pelo protagonista envolvem um conjunto de situações muito comuns de nossa sociedade como a busca pela manutenção do padrão de vida e a ideia que se tem de conforto, a decadência familiar mediante a desestruturação financeira reflete muito bem a faceta materialista de nossas relações emocionais e o quão utilitarista é nossa visão.

Este filme, produzido em 2005, propõe uma reflexão objetiva sobre a realidade da Europa hoje, onde a crise financeira ocasionada pela unificação da moeda acarretou uma enorme instabilidade econômica por causa das desigualdades dos países membros. Quanto a população, houve um aumento significativo de problemas sociais, as reformas estruturais que deveriam promover o aumento da produtividade com investimento nas inovações tecnológica e portanto maior retorno para o desenvolvimento do país, na verdade foi responsável pela progressiva competição no mercado de trabalho, gerando demissão em massa pondo em risco a  estabilidade econômica de muitas sociedades monetariamente equilibradas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)   pdf (54.3 Kb)   docx (23.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com