TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Crítica Filme Visconde Partido ao Meio

Por:   •  8/5/2017  •  Trabalho acadêmico  •  1.830 Palavras (8 Páginas)  •  328 Visualizações

Página 1 de 8

                                           [pic 1]                   

                                                  Resenha Crítica

                       

                                     Livro:        O visconde partido ao meio.

                                                              Italo Calvino

Biomedicina:  1º Semestre

Ética e Bioética

Professora: Sandra Portela

Aluno: Saul Lopes Fiterman

                                                 Salvador-BA                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

                                                        2013                  

                                         RESENHA CRÍTICA

                                 O Visconde partido ao meio. Calvino. I.    

         O Visconde partido ao meio (1952) se inicia com a descrição da guerra travada entre os turcos e a coroa. Nessa introdução, o Visconde de Terralba (personagem principal da trama), começa a fazer descobertas a respeito da guerra e sobre todas as coisas novas que estava vendo. Tinha se alistado na guerra somente para satisfazer o desejo de alguns nobres da coroa. Após as apresentações e entrevistas o Visconde de Terralba, por tratar-se de um membro de uma família nobre, foi nomeado tenente.         

        Na manhã seguinte ocorre a primeira e última batalha de Medardo (o Visconde), pois fora ferido no peito por um tiro de canhão. Durante uma das tréguas da batalha, um carro recolhe Medardo, levando-o para o hospital. E lá puderam conferir o tiro havia lhe arrancado metade do corpo, restando somente um olho, uma orelha, uma perna, uma narina, e um braço. E após o acidente, o Visconde volta para o castelo de seu pai em sua cidade natal, onde todos querem vê-lo, porém ele se tranca no quarto evitando tudo e a todos.

       Seu pai querendo agradar treina um pássaro conhecido por lavadeira, para que chegasse ao quarto do filho e o alegrasse. E então ele libertara o animal e como esperado o pássaro voou até a janela do quarto do filho. Entretanto, não demora muito o pássaro é morto pelas mãos de Medardo e atirado para fora do quarto. O pai do Visconde pega o pássaro, e notou que o pássaro estava com uma asa dilacerada, um olho furado e uma perninha esmagada, ficando muito  entristecido pelo que o filho acabava de fazer, e magoado tranca-se em um viveiro, junto com seus pássaros, morrendo no dia seguinte.

       Após a morte do pai, o Visconde de Terralba, tomado pelo ódio oriundo da sua inconformação com a vida, começa a sair do castelo com o único intuito de fazer mal a todos os seres que encontrasse. E nessa parte da trama, o Visconde utiliza seu poder e autoridade para enforcar, torturar, e destruir tudo e todos que pode. Tenta assassinar seu sobrinho por diversas vezes e faz com que sua madrasta seja mandada ao exílio de leprosos, utilizando mentiras. Tudo sem um motivo aparente, somente para satisfazer seu desgosto com a vida.

      As atitudes de Medardo começam a mudar sutilmente a partir do dia em que avista uma camponesa chamada de Pamela, e tenta, de várias maneiras, convencer a moça a ir morar no castelo com ele. Mas, pela fama das suas atitudes hediondas, o Visconde não consegue convencê-la. Muito menos por suas formas de ‘’cortejo’’, mandando mensagens horrendas, sempre acompanhadas de animais mortos, mutilados ou qualquer outra coisa do gênero. E tentando se livrar das investidas de Medardo, a camponesa diz para seu pai deixar as colmeias descobertas para que as abelhas ataquem o Visconde de Terralba, da mesma forma diz para sua mãe amarrá-lo no formigueiro e deixa-lo lá até morrer. Os pais da menina, ingenuamente falam para Medardo o que a filha os disse. No dia seguinte, Pamela volta mais cedo para casa e encontra seu pai e sua mãe amarrados e amordaçados um em cima do formigueiro e outro rodeado pelas abelhas, ou seja, o Visconde ainda tentava convencer Pamela de vir junto com ele pela pior maneira possível.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.2 Kb)   pdf (164 Kb)   docx (595.5 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com