TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenhas Textos de Psicologia Social

Por:   •  11/10/2016  •  Resenha  •  1.042 Palavras (5 Páginas)  •  516 Visualizações

Página 1 de 5

        PROVA NABUCO:

Sociedade: Fenômeno dialético por ser produto da ação humana, e reagir ao seu produtor, precede ao indivíduo particular e sobrevive a ele.

Aristóteles: Primazia do todo sobre a parte.

Processo dialético 3 fases: EXTERNALIZAÇÃO, INTERNALIZAÇÃO E OBJETIVAÇÃO.

EXTERNALIZAÇÃO:

Atitude do ser que volta-se sobre o mundo, Fenômeno antropológico, e explicações reside na construção do ser biologico.

A cultura providencia ao homem aquilo que lhe falta, capaz de garantir-le alguma estabilidade. Entretanto diferente da fisis(natureza)  o OOE(ETOS) constitui-se e mantem somente mediante persistência da atividade humana.

O homem é mais que um ser gregário, é um ser comunitário. A construção do mundo humano é o empreendimento do mundo coletivo, a cultura resulta da sociedade e é condição para ela. Tambem na sociedade alguns produtos se perpetuam no tempo, isto é o critério de durabilidade da          cultura, só se torna alcançavel mediante a sociedade.

OBJETIVAÇÃO.

Implica na conquista do status do objeto, parte do produto das ações humanas. O indíviduo tambem desempenha papeis em cenas públicas e privadas, nas cenas públicas o ser esta em ambientes coletivos e nas privadas em um ambiente privado criado pelo mesmo(casa).

Ao desempenhar esses papeis, os indivíduos representam objetividades institucionais, desvinculados dos meros acidentes de sua existencia individual.

Os indivíduos ainda que pouco, podem dividir os papeis que desempenham. Assim, partindo de sua consciencia, defronta consigo mesmo através de figuras disponíveis enquanto elementos de seu mundo social.

INTERIORIZAÇÃO.

Consiste na reapropriação da realidade social, objetivamente produzida por parte de seus produtores. Tal reapropriação implica na transformação das estruturas do mundo objetivo. Toda sociedade enfrenta o problema de refletir o seu patrimônio cultura com intúito de perpetua-se, assim como tambem o processo de socialização jamais se completa.

Quando parte desses processos é rompido o mundo começa a parder o sentido de plausívidade ou seja começa a se despedaçar.

O mundo socialmente construído exerce função de ordenar as experiências em curso mediante biofrafias individuais. Nesse sentido a cultura é nomus, por meio de linguagens, sendo assim, participar da sociedade é compartilhar do seu saber, por essa razão romper com o mundo sócio cultural é considerado estado de anomia que equivale a loucura.

Conceito de Cultura:

Sentido Antropológico: Durabilidade – clico vital, arte, mundo,valor.

                                              |

                                     Políticas de Conservação/Prevenção Consenso sobre valor = Maioria.

Cultura – Helenismo na história da educação humana, mesma peculiaridade da sua organização íntima, vai alem das perceções mais profundas que governam a natureza humana, regem a vida individual e a estrutura na sociedade, é como modelar a argila.

A ideia de cultura como cultivo, pressupoem naturalidade, porem é objveio que nem todos cultivos vem de sua potencialidade natural(VIDE TECNOLOGIAS), Portanto, Zimmel exprime a ideia que somente o homem é o autêntico objeto da cultura, ou seja pode ser considerado natural.

Somente pelo angulo de causalidade. Ex: nadador e fruta cultivada, desenvolve alem da sua natureza, desenvolve seus mais profundos empulsos.

Homem autentico objeto da cultura, dado que é o único ser dotado de exigências da perfeição, por exemplo a fruta cultivada, a mesma destaca-se não pela sua vontade própria de ser a melho fruta nao por melhorar seu tele natural.

É certo que o homem cultivado diz respeito a um estado de alma conquistado, esse cultivo, é orientado por algo que lhe é exterior: refinamento do gosto, seguindo padroes estéticos, formação do carater.

O cultivo da personalidade presupoe curta harmonia, a cultura só se torna possivel do ponto de vísta objetivo, quando suas partes unificam-se em uma totalidade.

Somente na medida que a sociedade permite o encontro entre sujeitos e bens culturais cria-se o fomento do cultivo, e quando há o abismo, não ha meios de encontrar condições para aperfeiçoamento, sendo assim determina o pessimismo presente na maioria dos pensamentos mais profundos do tema.

 

H.ARENT – Esfera pública e privada.

Privada = idion – pequenas decisões, homem age, mediante palavras ou discursos, expressa a atividade sistemática do pensamento em palavras.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.8 Kb)   pdf (94.9 Kb)   docx (11.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com