TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo do Texto Psicologia Grupal: O nascimento de uma disciplina

Por:   •  12/3/2019  •  Resenha  •  436 Palavras (2 Páginas)  •  18 Visualizações

Página 1 de 2

Carmem Luana Magalhães dos Santos

Matrícula: 1212401-5

RESUMO TEXTO 1

A Psicologia grupal surgiu do encontro de outras disciplinas já existentes, como a própria Psicologia e a Psicologia Social.

Lewin, um pesquisador, entendeu que não seria possível realizar experiências e então, formulou um método chamado de pesquisa-ação, que permitia examinar as variáveis dos fenômenos grupais no âmbito de pequenos grupos de 12 a 15 membros, e esses eram grupos em que os indivíduos podiam se reconhecer em sua singularidade durante aquele momento em que estavam envolvidos.

Com essa pesquisa-ação, nasceu a dinâmica de grupos e a partir daí se desenvolveu a psicologia grupal. A psicanálise teve grande contribuição, no que diz respeito à compreensão das motivações inconscientes da conduta humana e também para a compreensão do que se passa no campo das interações grupais.

Além da psicanálise, outros vértices de observação dos fenômenos grupais e contribuições à compreensão do que se passa nos grupos humanos também foram incorporados, como a teoria dos papeis, psicodrama, a teoria dos vínculos, teoria sistêmica, entre outros.

Com a teoria geral dos sistemas e com estudos sobre a comunicação humana, que ocorreu uma nova concepção sobre o que acontece entre indivíduos e se começou a privilegiar o interpessoal ou interacional, assim nascia a psicologia grupal, que é voltada a estudar e compreender os sistemas humanos, em suas representações sociais na contemporaneidade.

O objetivo da psicologia grupal é estudar os microgrupos humanos, sendo estes todos os que podem se reconhecer em sua singularidade, interações e objetivos compartilhados.

Sendo assim, o que é afinal um grupo? Reconhecimento de singularidades e objetivos compartilhados, interação entre os membros. E quando não há esse reconhecimento, objetivos compartilhados e interação, é apenas um aglomerado de pessoas.

No texto tem o exemplo de pessoas que viajam num ônibus, elas não são um grupo, mas se o ônibus sofre um acidente, passa a ser um grupo, pois essas pessoas passam a ter objetivos compartilhados, interações e se reconhecem em sua singularidade.

Uma equipe multidisciplinar é apenas um conjunto de pessoas, com competências diferentes e apenas a inteligência relacional interdisciplinar dos membros pode transformar em uma equipe interdisciplinar. Em uma equipe interdisciplinar não haverá espaço para estrelismo, e personalidades narcisistas ou autoritárias são desaconselháveis para constitui-la.

Entender e estabelecer limites é importante para qualquer grupo de trabalho. O líder não deve se autodesignar para o grupo e sim os membros devem outorgar essa condição.

Outro ponto do texto fala sobre comunicação, que esta não serve só para transferência de informações cognitivas, mas também para transmitir estados afetivos e é primordial para a criação e manutenção do clima grupal.  E isso pressupõe interações adequadas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)   pdf (36.5 Kb)   docx (7.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com