TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Processos de Ensino e Aprendizagem na Organização e Desenvolvimento do Serviço Social

Por:   •  16/5/2016  •  Dissertação  •  1.351 Palavras (6 Páginas)  •  97 Visualizações

Página 1 de 6

Processos de Ensino e Aprendizagem na Organização e Desenvolvimento do Serviço Social

O Referido artigo faz uso de ferramentas de dados para análise da forma como se dá a pesquisa em Serviço Social seguindo as recentes tendências, verificando se as atuais propostas de pesquisa da área do Serviço Social conduzidas ao CNPq manifestar-se tais tendências da atualidade.

Objetiva-se em realizar uma investigação sobre a pesquisa no Serviço Social e como acontece a produção de conhecimento e a formação da pós-graduação, pois o mercado de trabalho encontra-se cada vez mais exigente, exigindo não apenas uma graduação superior, mas cada vez mais experiências e especializações nas suas áreas de graduação.

Deve-se haver um constante aprimoramento das pesquisas e na busca da formação do conhecimento, para que as tendências da sociedade sejam supridas de forma concreta e embasada.

As investigações permitiram avaliar quais os fatores que acabam por contribuir para que aconteça a variação existente entre o que se propõem pelos pesquisadores e as indicadas pelo programa de Serviço Social a partir dos recursos financeiros que se fazem disponíveis pelo CNPq.

As pesquisas desenvolvidas no Serviço Social não se diferem das pesquisas das demais áreas das quais, o desenvolvimento de análises é necessário de forma gradual e constante. Vale ressaltar que a inserção do Serviço Social no CNPq é recente, que ao lado da Psicologia compõe o Comitê de Assessoramento (CA-PS) com representantes dessas duas áreas do saber, sendo dois do Serviço Social e seis da Psicologia.

A composição do Comitê é selecionada periodicamente para serem representantes das áreas. Esta seleção é feita pelo Conselho Deliberativo (CD), que é a maior instância de poder decisório do CNPq. As análises possibilitaram avaliar que fatores contribuem para que ocorra a diferença existente entre as propostas submetidas pelos pesquisadores e as recomendadas pelo programa de Serviço Social a partir dos recursos financeiros disponibilizados pelo CNPq.

As principais competências do Conselho Deliberativo (CD) são de formular propostas para o desenvolvimento científico e tecnológico do País; apreciar a programação orçamentária e definir critérios orientadores das ações da entidade; aprovar as normas de funcionamento dos colegiados, a composição dos comitês de assessoramento e o relatório anual de atividades.

Os objetos de investigação do Serviço Social surgem de uma realidade concreta e situam-se numa sociedade que se reproduz por meio de contradições, refere-se ao foco das pesquisas do Serviço Social, vinculado às múltiplas demandas sociais historicamente determinadas pela sociedade capitalista.

Na tabela 1, é realizada uma análise da relação entre demandas e recursos financeiros das chamadas MCTI/CNPq/MEC/ Capes de 2012 a 2013. A exposição desses dados permite realizar duas importantes análises: a primeira trata da diferença de verba entre os dois programas que fazem parte do mesmo Comitê de Assessoramento; a segunda mostra que enquanto aconteceu um crescimento orçamentário dos recursos destinados ao Programa de Psicologia, os do Serviço Social diminuíram.

O que chama mais atenção na distinta destinação dos recursos para os dois programas é que em ambos a quantidade de demandas reduziu em um período de um ano. Porém, enquanto o Programa de Serviço Social foi abordado pela restrição de recursos por causa da diminuição das demandas, o Programa de Psicologia mesmo com a demanda reduzida de um ano para outro, recebeu mais recursos financeiros entre os dois últimos anos.

 O Artigo trabalha a questão de distribuição e análise dos dados estatísticos para formação de dados concretos e previamente disponibilizados para que a veracidade das informações seja garantida. Utiliza-se de tabelas, onde pode-se perceber dados relacionados as tendências analisadas em determinados períodos e de forma estratificada.

Fazendo uso de dados quantitativos e um conjunto de procedimento que traduz um elemento, ou aspectos deste, em números com o objetivo de possibilitar um julgamento sobre esse elemento, suas características ou sua relação com outros elementos. Dentre o dado quantitativo e o que estão os modelos matemáticos e estatísticos que são formatados para apoiar os processos de decisão, porém exige conhecimento técnico daquele que irá manuseá-lo uma vez que interpretações errôneas podem ocorrer a partir de dados mal manipulados.

A estatística e usada no Serviço Social como ferramenta de trabalho associada aos demais instrumentos pertinentes a profissão que possibilitam que se analisem dados reais e concretos para facilitar a conclusão de trabalhos. Dessa forma, esse conjunto de medidas requer que sejam quantificados por meio de dados numéricos da realidade investigativa.

A metodologia de coleta de dados visa ao domínio de informações pertinentes as quais requer uma análise crítica e propositiva desses dados coletados de modo de proporcionar a intervenção na realidade social, treinando o olhar profissional para além da aparência e da realidade objetiva.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.3 Kb)   pdf (98.4 Kb)   docx (12.1 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com