TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATIVIDADE RÍTMICA: O RITMO NO ESPORTE, NA LUTA, NA GINÁSTICA E NA DANÇA

Por:   •  18/12/2020  •  Dissertação  •  733 Palavras (3 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 3

Existe no dicionário algumas definições para ritmo dentre elas estão:

1- Sucessão de tempos fortes e fracos que se apresentam alternada e regularmente;

cadência, compasso, por exemplo: ritmo poético;

2- Movimento que ocorre em períodos regulares, por exemplo: ritmo cardíaco;

3- Alteração regular e compassada no decorrer de fatos ou situações, por exemplo: o ritmo

das estações;

4- Movimentação veloz por meio da qual algo se desenvolve, por exemplo: preciso diminuir

o meu ritmo de vida;

5- Modo harmônico de dispor os tempos entre uma movimentação e outra; marcação do

tempo de um gênero musical.

A etimologia da palavra, ou seja, a origem da palavra, vem do grego rhythmos e do latim

rhythmus. Com base nas definições apresentadas no dicionário pode-se dizer que o ritmo

encontra-se em tudo na vida das pessoas, incluindo ate mesmo na sobrevivencia dos seres

vivos.

Para poder associar música e ritmo é necessário que se entenda primeiramente o que é música.

Há décadas se discute, uma definição exata, mas o que foi entrado em consenso para definir de

forma mais didática e abrangente é que: A música é composta por melodia, harmonia e ritmo.

Dito isso, o que pode-se concluir é que a associação de música e ritmo, se da uma vez que, ritmo

esta incluso na música, sendo portanto parte dela. Como o ritmo na música é a marcação de

tempo, pode-se dizer que o ritmo diz como acompanha-la.

A música acalora a sensibilidade sobre os orgãos sensoriais, e com o tempo, ampliando a

audição, consequentemente aumenta-se a concentração e ainda há uma espontaniedade nos

movimentos advindos do ritmo musical. Quando as praticas ritmicas advindas da música são

melhoradas, chega um determinado momento em que não há a necessidade da existência da

música para que haja ritmo, podendo asssim a pessoa realizar atividades rítimas sem a presença

da mesma.

Alguns autores, desde o século passado, como Labam em 1978 por exemplo, apresentaram

conceitos como “o tempo e o acento rítimicos” para que aprofunde-se e compreenda mais acerca

do ritmo. O tempo rítmico compreende a uma série de movimentos que podem ser executados

em iguais ou diferentes instantes de tempo, o acento rítmico consiste em fornecer ênfase a algum

movimento em específico, ou seja, tem-se que o acento rítmico e o tempo rítmico tratam-se de

assuntos complementares.

O mesmo autor que propôs estudar mais afundo tempo e acento rítimo, também sugeriu uma

organização do espaço para que se analise o ritmo de forma mais objetiva, apresentando

portanto; direções, planos, extensões e caminhos, sendo estes elemntos que descrevem o

movimento.

1- Direções: podem ser para a frente, para trás, para a esquerda ou para a direita;

2- Planos: podem ser altos, médios ou baixos;

3- Extensões: podem ser perto, pequena, normal, grande ou longe;

4- Caminhos: podem ser direto, angular ou curvo.

Apesar de o conceito de ritmo, em relação a atividades, ser mais relacionado a música, ele esta

como ja mostrado, relacionado

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5 Kb)   pdf (38.4 Kb)   docx (10 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com