TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CAPOEIRA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL I

Por:   •  7/5/2018  •  Trabalho acadêmico  •  4.490 Palavras (18 Páginas)  •  123 Visualizações

Página 1 de 18

CAPOEIRA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL I

Eduardo Lacerda Cruz

Leandro Moura da Silva

Orientação: Profª. Dra. Roberta Gaio

RESUMO

Neste trabalho buscamos estudar a Capoeira como conteúdo a ser ensinado nas aulas de Educação Física Escolar e para isso, tratamos o assunto para que pudéssemos abranger, de forma resumida, todos os assuntos que nos propomos a estudar. Abordamos as origens da Capoeira, conceitos e sua história, desde a escravidão, a marginalidade e e seus mestres. Procuramos estudar as questões relacionadas a Educação Física Escolar, trazendo as orientações contidas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), finalizando com o que pode ser trabalhado com a Capoeira na Educação Física Escolar. Também trata-se sobre o público que se pretende atender, os elementos e aspectos da Capoeira que devem ser observados na disciplina Educação Física, as propostas de trabalho e ainda o jogo da Capoeira em si. Por fim, são abordadas algumas particularidades da modalidade. além da questão do desenvolvimento motor, suas fases e estágios de desenvolvimento. O trabalho é encerrado com a discussão sobre que profissionais de Educação Física podem ministrar aulas de capoeira.

Palavra Chave: Capoeira, Educação Física Escolar, Ensino Fundamental I

1. INTRODUÇÃO

Em 1998, os Parâmetros Curriculares Nacionais (Brasil, ) determinaram que a educação física tivesse o acréscimo deste conteúdo originário da cultura brasileira. A capoeira poderia ser inserida na educação física escolar como arte, como dança ou como luta. Esse trabalho traria o enfoque da importância do folclore, do lazer e da arte, e assim, a capoeira poderia ser trabalhada por meio de jogo e da expressão cultural.

Este estudo tem como objetivo apresentar pesquisas bibliográfica e documental sobre a capoeira na educação física escolar, em especial no Fundamental I, trazendo à baila sua história e contribuição na formação social dos alunos. A Capoeira como conteúdo nas aulas de Educação Físicas, é “comum” em algumas escolas, porém essas elas são ministradas por professores que tem apenas o conhecimento básico da Capoeira, que seria alguns movimentos dentro da arte. Há um esquecimento da parte teórica da Capoeira, que é muito rica em seu aspecto histórico, pois está relacionada com a história do Brasil, em sua grande parte, com a presença dos africanos, durante aproximadamente quatro séculos.

Nas aulas de Educação Física as crianças devem aprender, sobre a sua história, de como os negros foram trazidos para o Brasil e como originou essa modalidade, apesar da vida dos escravos nas senzalas. Com isso surgiu os golpes e suas nomenclaturas, também a realidade de como eles faziam para treinar, mesmo em situações diversas como acorrentados e trabalhando nas fazendas de cana de açúcar.

Com esse conteúdo sendo abordado nas aulas a criança terá um maior conhecimento da história do Brasil e da Capoeira, assimilando as duas em um único contexto. E na parte pratica o desenvolvimento das habilidades motoras, juntamente com o cognitivo, pois para que ela possa assimilar melhor o conteúdo será desenvolvido atividades lúdicas com temas e contextualização da capoeira.

Esse trabalho foi baseado em alguns livros, com o destaque em três deles pois foram os que mais teve embasamento dentro da nossa pesquisa.

2. DESENVOLVIMENTO

2.1. CAPOEIRA: CARACTERISTICAS E EVENTOS HISTÓRICOS.

A história da capoeira se inicia em meados do século XVI, na época que o Brasil era colônia de Portugal. Nessa época os negros escravizados de Angola (em sua maioria) nessa época a Angola também era colonizada por Portugal, eram trazidos para trabalhar nas lavouras de cana-de-açúcar (FONTOURA; GUIMARÂES, 2002, p.141).

De acordo com Areias, (1996) Os escravos eram colocados em galpões que servia de alojamento que ao passar do tempo foi dado o nome de Senzala, esse local era aonde os escravos tinha seu momento de descanso, festividade, rituais religiosos, pratica da saúde física, cultivo da cultura e também para planejar algum tipo de fuga, pois os mesmos viviam situação precária longe de suas tribos e familiares. Os senhores de engenho quando capturavam algum escravo fugitivo, tinham um jeito violento de captura-los e de castiga-los. (SILVA; HEINE, 2008) dizem:

Ao longo de sua história, a capoeira foi praticada em locais e contextos bastante diferente, como, por exemplo, nas senzalas,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (29.1 Kb)   pdf (79.5 Kb)   docx (24.6 Kb)  
Continuar por mais 17 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com