TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Sobre o Estudo da Psicologia

Por:   •  1/9/2018  •  Relatório de pesquisa  •  780 Palavras (4 Páginas)  •  130 Visualizações

Página 1 de 4

A pneumonia é um processo de infecção que ocorre nos pulmões, cuja infestação acontece por fungos, vírus ou bactérias. Durante a infecção, as paredes dos alvéolos ficam inflamadas, e os espaços entre os alvéolos (pequenas estruturas responsáveis pela troca gasosa) ficam cheios de secreções, resultando uma dificuldade da passagem do oxigênio ao sangue dos pulmões, por causa dos líquidos que ficam em muitos alvéolos que tornam as paredes dos mesmos muito espessos, afetando a qualidade respiratória. Sem as trocas gasosas necessárias, o sistema circulatório é afetado, gerando a falta de respiração celular, que vai impossibilitar a produção de energia.

É mais comum que a infecção ocorra em indivíduos que estão com o sistema imunológico enfraquecido, sendo mais vulneráveis os bebês (sistema imunológico em maturação) e os idosos (sistema imunológico enfraquecido). Vale ressaltar, que com a idade avançada, há redução da mobilidade da caixa torácica, da elasticidade pulmonar e das pressões respiratórias, diminuindo a capacidade da tosse e dos cílios do epitélio respiratório, dificultando a melhora da doença. No caso dos bebês, por terem um sistema respiratório ainda em desenvolvimento e as vias respiratórias com diâmetro menor, a patologia pode tomar proporções mais graves com maior facilidade. Indivíduos que fumam por sua vez, destroem os cílios que filtram o ar, deixando o pulmão mais exposto à infecções.

Temperaturas mais frias favorecem o acometimento da pneumonia, visto que nessas épocas as pessoas ficam em ambientes mais fechados e com grande quantidade de pessoas, facilitando a transmissão de vírus. Além disso, por causa do frio, o mecanismo de defesa mucociliar, localizado na traquéia, endurece, dificultando o trabalho dos cílios que limpam o ar. O uso frequente do ar-condicionado também pode desencadear o desenvolvimento da doença, pois o ar é muito seco, afetando consideravelmente a hidratação natural da mucosa nasal e favorece o contato com germes e bactérias.

Os órgãos envolvidos na pneumonia são todos do sistema respiratório, isto é, os da zona de condução, que são as chamadas vias aéreas (Nariz, faringe, laringe, traqueia, brônquios e bronquíolos) responsáveis pela filtração, aquecimento e umidificação do ar, porém as vezes essa passagem não acontece por conta de alguns fatores, tal como sistema imunológico enfraquecido ou quando se trata de um agente infeccioso forte ou em grande quantidade. E principalmente, os da zona respiratória, região onde ocorrem as trocas gasosas, localizada dentro dos pulmões, os quais são: bronquíolos, ductos alveolares, sacos alveolares e alvéolos pulmonares. Quando essas infecções se instalam nos pulmões, acabam acometendo principalmente a região dos alvéolos pulmonares dificultando a troca gasosa.

Os tipos de pneumonias subdividem-se em lobar e broncopneumonia. Na pneumonia lobar, caracteriza-se a inflamação de um lobo, geralmente com extensão à pleura. As broncopneumonias são classificadas por um processo inflamatório centrilobular, envolvendo os bronquíolos e estendendo-se até os ductos e os alvéolos. Os sintomas mais comuns da pneumonia são febre de 39°C a 40°C, suor frio, calafrios, respiração rápida e curta, tosse seca ou produtiva (catarro amarelo ou

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.3 Kb)   pdf (44.9 Kb)   docx (12.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com