TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

AS PATOLOGIAS EM BARRAGENS – ESTUDO DE CASO BARRAGEM JURACY MAGALHÃES EM ITABERABA-BA

Por:   •  6/4/2021  •  Artigo  •  6.362 Palavras (26 Páginas)  •  4 Visualizações

Página 1 de 26

PATOLOGIAS EM BARRAGENS – ESTUDO DE CASO BARRAGEM JURACY MAGALHÃES EM ITABERABA-BA

Tercio Macedo Abreu Santos¹
Irani Rossini de Souza²

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo estudar e apresentar os tipos mais comuns de patologias nas construções e mostrar as muitas causas que levam ao aparecimento delas. Estas patologias causam problemas de manutenção e operação, principalmente em obras de grande porte como as barragens. Com isso foi feita uma análise, através de fotos, da situação em que se encontra a barragem Juracy Magalhães na cidade de Itaberaba-BA. Esta barragem apresenta muitas fissuras no seu corpo principal, constituído de alvenaria de pedra e concreto. Essas fissuras destacam-se principalmente na ombreira direita onde a degradação é muito grande deixando boa parte do muro de arrimo da estrutura exposto, que pode causar infiltrações e danificações futuras. Apesar das muitas fissuras a barragem não corre o risco de desabamento, segundo uma inspeção realizada pelo INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), porém uma reforma seria importante para manter a estética e prevenir corrosões futuras, já que o lugar virou um ponto turístico da cidade.

 Palavras chaves: Patologias, barragem, fissuras, concreto.

1 INTRODUÇÃO

A construção civil brasileira vem crescendo muito ao longo dos anos, ganhando uma maior produtividade e uma grande participação no produto interno bruto. Com isso vem acarretando várias mudanças e tendências de crescimento para o setor industrial, pois é uma prioridade na alocação dos recursos escassos da economia e fortalecimento do setor social devido à forte geração de empregos (OLIVEIRA, 2012).

O homem vem utilizando através dos tempos uma variedade grande de materiais como elementos constituintes da construção civil. Com o passar dos anos tem-se preocupado cada vez mais com a estabilidade e segurança das edificações e com o desenvolvimento de materiais, técnicas e métodos construtivos. A tecnologia das construções, abrangendo a análise, o detalhamento e o cálculo das estruturas, assim como as respectivas técnicas executivas, proporcionou, dentro de certos limites, a construção das estruturas adaptadas às necessidades dos usuários, sejam eles habitacionais, laborais ou de infraestrutura (RIPPER; SOUZA, 1998).

A construção civil enfrenta problemas patológicos que causam transtornos e desabamentos. Os problemas patológicos são aqueles que provocam danos em qualquer construção sejam elas de pequeno ou grande porte como viadutos, barragens e outras. Esses problemas não ocorrem apenas em estruturas “velhas”. Estruturas bem projetadas e executadas corretamente também podem trazer um desempenho insatisfatório. Mas muitas vezes a falta de experiência ou o intuito de cortar custos na construção ou até mesmo não seguir o padrão das normas brasileiras, levam a aparição de muitos problemas com o tempo. Porém, hoje ficou possível diagnosticar com precisão a maioria dos problemas patológicos, graças ao conhecimento dos processos destrutivos atuando nas estruturas, bem como o desenvolvimento de equipamentos e técnicas de observação de estruturas.

A ciência da patologia das edificações está associada ao ramo da engenharia que estuda as causas, os sintomas e as origens dos vícios construtivos que acontecem nas construções. É a partir do estudo da fonte desses vícios que poderá evitar tais problemas em construções futuras. Isso pode gerar muitas melhorias no processo construtivo, seguindo um controle de qualidade mais rigoroso no canteiro de obras, com o intuito de aperfeiçoar a matéria prima usada nas construções e os processos construtivos em si. Dessa maneira, se chegará a uma conclusão que não se torne comum o surgimento de fenômenos patológicos nas edificações. Porem se assim mesmo existir a ocorrência dessas manifestações, a identificação e a solução do problema vem através da aplicação dos métodos certos para analisar o problema.  Estes conhecimentos são construídos, basicamente, através de conhecimentos teóricos e práticos dos profissionais e pela divulgação dos métodos aplicados no tratamento dos problemas apresentados com base na coleta das informações e dos dados relevantes. Assim podem existir pesquisas que aprofundem os métodos e as tecnologias empregadas durante os processos para a resolução do problema (DO CARMO, 2003).

Os problemas patológicos estão associados às falhas que ocorrem durante a realização de uma ou mais etapas da construção, seja no projeto, na execução ou na utilização e podem se manifestar após o início da obra, durante a realização ou anos após construído. O conhecimento desses problemas, as medidas preventivas ainda durante a fase de projeto ainda e os cuidados com a execução são de total importância para a correção e não ocorrência de desabamentos e outras tragédias.

As barragens sofrem muito com as patologias, principalmente com trincas, fissuras e infiltrações, se não forem bem executadas e fiscalizadas após muitos anos de construídas. Todo ano, em média, ocorre de 3 a 4 acidentes com barragens no mundo. A probabilidade de rompimento é maior do que a queda de aviões de grande porte, segundo os dados do US Army Corps of Engineers (Corpo de Engenheiros do Exército), um organismo que é responsável por monitorar e fiscalizar as quase 90 mil barragens que existem nos Estados Unidos. Eles possuem as mais eficientes leis sobre controle de barragens e serviram de inspiração para que o Brasil criasse a NBR 12.334/10, onde se estabeleceu a política nacional de segurança de barragens. Infelizmente, apesar de todo este aparato, não foi possível impedir a tragédia em Mariana em 2015 (SANTOS, 2013).

O presente trabalho tem o intuito de apresentar o tema patologias em barragens de concreto ou alvenaria de pedras no Brasil e mostrar os tipos e os erros mais comuns que podem aparecer durante a execução de uma obra ou após anos de construído.

A escolha deste tema foi inspirada pela situação em que se encontra a barragem Juracy Magalhães na cidade de Itaberaba-BA. A mesma apresenta muitas fissuras, e a população se encontra com medo de um desabamento, após a tragédia em Mariana, pois a barragem tem mais de 80 anos construída e não passou por nenhuma reforma até hoje.

Esse trabalho tem por objetivo geral fazer uma revisão bibliográfica sobre as patologias nas grandes construções, bem como suas aparições mais comuns e as suas causas que levam a tantos problemas. Com isso aplicar o estudo na barragem da cidade de Itaberaba, mostrando o que a falta de manutenção pode causar e o estado em que ela se encontra.

Os objetivos específicos pra esse trabalho são:

- Analisar os tipos de problemas patológicos que aparecem nas barragens de gravidade, as causas, prevenções e recuperação.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (41 Kb)   pdf (733.7 Kb)   docx (552.5 Kb)  
Continuar por mais 25 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com