TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O engenheiro de segurança deve atuar como um conceituador e, como tal, o que nos preserva das situações de trabalho sobre as quais nós intervimos?

Por:   •  10/1/2019  •  Trabalho acadêmico  •  337 Palavras (2 Páginas)  •  13 Visualizações

Página 1 de 2

 

O engenheiro de segurança deve atuar como um conceituador e, como tal, o que nos preserva das situações de trabalho sobre as quais nós intervimos?

O Engenheiro de segurança do trabalho é por si só um conceituador, por sua formação e papel de extrema importância dentro de uma companhia. A atuação do EST deve ser imparcial, baseada em normas, procedimentos e experiência de vida, pois o papel deste profissional é promover um ambiente de trabalho seguro e saudável, sem deixar de lado o processo produtivo.

Quando se refere ao EST como conceituador, significa que o mesmo é conhecedor do processo produtivo, atua de forma prática, frequenta o campo, ou chão de fábrica, observa e avalia as atividades dos colaboradores, layout de máquinas e equipamentos, acessos,

Através de uma atuação consciente do EST é possível obter melhoria na produtividade ou prestação de serviços, aliados à uma formação sólida e estruturada de segurança e saúde no trabalho.

Como nós valorizamos a experiência acumulada no momento de uma intervenção?

A atuação no momento de uma intervenção deve levar em consideração a opinião dos colaboradores que executam atividades, pois possuem grande experiências laborais acumuladas, desde os mais aos menos experientes, utilizar recursos técnicos indicados pelos fabricantes de máquinas e equipamentos. A troca de informações com profissionais do ramo também é fundamental, pois muitos passaram por situações semelhantes e podem ajudar na solução.

De quais ferramentas de reflexão nós podemos dispor?

Podemos dispor de ferramentas ergonômicas e para isso devemos observar, aspectos físicos/ layout do ambiente, processos de trabalho e aspectos cognitivos dos trabalhadores envolvidos. Ao realizar uma análise ergonômica do trabalho, devemos observar o processo produtivo como um todo, uma espécie de olhar externo. Coletar dados através de interação com os funcionários, registros fotográficos através da análise de demanda, com objetivo de identificar a população envolvida (como faixa etária, gênero, absenteísmo e etc), perfil institucional e epidemiológico, avaliar como se executa o processo produtivo do início ao fim, com objetivo final de realização de diagnóstico das condições de trabalho, propondo melhorias no processo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)   pdf (35.8 Kb)   docx (11.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com