TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PROJETO SUPERMERCADO SMARKET COM ÊNFASE EM GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

Por:   •  28/7/2020  •  Monografia  •  2.272 Palavras (10 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 10

[pic 1]

FGV Management

MBA Executivo em Gerenciamento de Projetos

                TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PROJETO SUPERMERCADO SMARKET COM ÊNFASE EM GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

Aluno: Christiane Abreu Novaes Rotella Goeldi

Turma: PROJ 39 – CONEXÃO – FGV

Assinatura do Aluno

Assinatura do Coordenador Acadêmico

Prof. José Ângelo Santos do Valle, D.Sc.

 

Prof. Orientador: José Ângelo Santos do Valle, D.Sc.

São José dos Campos - SP

Abril / 2018

[pic 2]

Sumário

1  Descrição do produto do projeto...................................................................................1

2  Descrição do escopo do projeto ....................................................................................6

3  Alinhamento do projeto com o plano estratégico .......................................................10

4  Conclusão sobre a viabilidade financeira do projeto  .................................................13

5  Avaliação final do projeto ..........................................................................................18

6  Bibliografia .................................................................................................................19

  1. Descrição do produto do projeto

O ramo varejista no Brasil é uma das atividades que mais crescem, lucram e empregam, composto tanto pelas grandes cadeias de supermercado como também pelos pequenos comércios varejistas independentes, formados em sua maioria, por empreendimentos familiares com poucos recursos financeiros e com gestão pouco profissional. A concorrência entre as empresas desse setor é acirrada, mas, quem consegue o seu diferencial é impulsionado a correr sempre mais rápido.

Pesquisas de mercado informam que o cliente de supermercado de varejo tem muitas queixas relacionadas a um mercado e suas principais reclamações são: fila no caixa (36,7%), falta de produto (25,1%), estacionamento cheio (15,9%), produtos sem sinalização de preço (15,8%) e produto com preço diferente do sinalizado (14,5%). Vale ressaltar que estas frustações dos consumidores, em muitas vezes, acarretam desistência de compra, descarte de produtos e perda definitiva do cliente.

Os consumidores também estão cada vez mais exigentes e requerendo soluções que trazem praticidade e rapidez ao dia-a-dia. Foi pensando nisso (e seguindo a tendência tecnológica mundial) que o Supermercado Smarket apresenta um novo conceito de compras que coloca recursos modernos ao alcance de seus clientes. A modernização do supermercado será baseada em um modelo de autoatendimento em que o próprio consumidor registra e paga seus produtos, onde estes são pagos com cartões de crédito, débito e voucher. Também serão disponibilizadas etiquetas eletrônicas nas gôndolas que irão interagir com o cliente baseado em seu perfil de compra, gerando sugestão de compra, promoções direcionadas e roteirização para a compra. Para evitar a falta de produtos, a loja também contará com um processo automático de reabastecimento de produtos.

Serão instaladas máquinas self-checkout na loja, sendo que haverá funcionários treinados para dar suporte aos clientes nos caixas de autoatendimento. O novo sistema tem proteção contra fraudes e, além de ler o código de barras dos produtos, é capaz de pesar os alimentos.

Os caixas de autoatendimento recebem o nome de self-checkout, na expressão inglesa.

O cliente toca na tela do caixa automático e já começa a passar o código de barras dos produtos em um leitor tridimensional. À medida que o produto vai sendo registrado, o consumidor precisa colocá-lo dentro da sacola, que fica presa a um suporte ao lado da máquina e que funciona como balança. Ele só dá continuidade ao registro dos produtos caso eles forem colocados na sacola. Assim, a máquina confere se o peso da mercadoria corresponde ao produto que foi registrado. Dessa forma, se uma pessoa registrar, por exemplo, uma lata de cerveja, mas, colocar na sacola um desodorante, o sistema sofrerá um bloqueio sendo liberado somente após a conferência dos produtos por um funcionário. A figura 1.1 (abaixo) representa como será o processo de utilização do self-checkout.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.2 Kb)   pdf (1 Mb)   docx (465.2 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com