TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Leitura E Escrita

Por:   •  8/5/2013  •  1.704 Palavras (7 Páginas)  •  706 Visualizações

Página 1 de 7

1. REALIZAR O LEVANTAMENTO DAS CARACTERÍSTICAS DE CADA CONCEITO DE LEITURA APRESENTADO NO ARTIGO, CARACTERIZANDO COMO O LEITOR É DETERMINADO EM CADA UM DELES.

O artigo nos apresenta quatro conceitos de leitura:

1. Perspectiva do texto;

2. Perspectiva do Leitor;

3. Perspectiva Interacionista;

4. Perspectiva Discursiva.

O primeiro conceito caracteriza-se pela decodificação, nesta perspectiva o leitor utiliza as letras e sons para dar o significado a palavra, assim como apresenta também a utilização de vocábulos simples e frases curtas, de forma a ficar mais claro e fácil o entendimento, esta perspectiva busca apresentar as informações contidas no texto, influenciando a língua materna, a qual estudamos desde o ensino fundamental até o ensino médio. Neste contexto, o leitor é conhecido por buscar dados no texto para se chegar até onde o autor deseja, ele utiliza a soma de palavras para formar o significado. O artigo apresenta também que esta perspectiva é conhecida como ler através dos olhos e do falar, buscando compreender melhor o texto.

O segundo conceito apresenta o inverso do conceito anterior, neste sentido, a leitura é realizada de forma descendente, ou seja, o texto é interpretado do leitor para o texto, neste conceito, não é possível que pessoas apresentem a mesma concepção ao fazer a leitura do texto, ou seja, cada leitura realizada apresenta uma nova concepção do texto para o leitor. Neste sentido, o leitor busca analisar o que é importante no texto para o seu conhecimento, buscando analisar qual o objetivo do texto, questionando o autor com questões: como? Quem? Onde? Para assim conseguir chegar a interpretação que lhe convença.

O terceiro conceito, busca interagir o leitor tornando-o sujeito do texto, ele busca um significado que não se encontra no texto, mas na maneira em que se interpreta o que está escrito, impondo informações de sua própria opinião para complementar o texto. Neste sentido, o leitor se apropria das intenções do autor se fazendo parte integrante do texto, nesta perspectiva não é possível existir leituras com a mesma interpretação, pois cada leitor questiona o texto de forma diferentes, tendo assim interpretações diferentes.

O ultimo conceito não considera o texto como texto, mas sim como discursos, analisando as condições da produção e o que ele significa. Busca analisar não somente os sentidos mas também o contexto que envolve sua produção, da mesma forma que os outros conceitos, não é possível que o texto seja interpretado de maneira igual, mas cada leitura tem uma interpretação diferente. Neste sentido, o leitor aproveita as características úteis do texto para produzir os sentidos, utilizando de conhecimentos já existentes para dar sustentação ao texto, para que este possa ser melhor interpretado.

2. PROCEDA A UM ESTUDO CONTRASTIVO ENTRE FÁBULAS DE ESOPO, LA FONTAINE E MONTEIRO LOBATO QUE ABORDEM O MESMO TEMA, VERIFICANDO SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS NOS RECURSOS UTILIZADOS PELOS FABULISTAS QUANTO À ESTRUTURAÇÃO DAS FÁBULAS E EM SUA FUNÇÃO DE TRANSMITIR UMA VERDADE, UMA LIÇÃO DE VIDA.

Fábulas de Esopo: caracteriza os personagens por animais, homens, deuses, e seres inanimados. Tem como conceitos a cultura popular buscando mostrar ao homem que é possível agir tanto para o bem como para o mal.

EXEMPLO DE FÁBULA DE ESOPO: O GALO E A RAPOSA

Fugindo as Galinhas com seu Galo de uma Raposa, subiram-se em um pinheiro, e como a Raposa ali não pudesse fazer-lhes mal, quis usar de cautela, e disse ao Galo: – Bem podeis descer-vos seguramente, que agora acabou-se de assentar paz universal entre todas as aves e animais; portanto vinde, festejaremos este dia. Entendeu o Galo a mentira; mas com dissimulação respondeu: – Estas novas por certo são boas e alegres, mas vejo acolá assomar três Cães; deixemo-los chegar, todos juntos festejaremos. Porém a Raposa, sem mais esperar, acolheu-se dizendo: Temo que o não saibam ainda, e me matem. Assim se foi e ficaram as Galinhas seguras.

Fábulas de Jean La Fontaine: utilizava-se de rimas para facilitar a compreensão das histórias, ao mesmo tempo que as fábulas eram criticas para a sociedade.

EXEMPLO DE FÁBULAS DE LA FONTAINE: O GALO E A RAPOSA

Empoleirado em um alto galho de árvore, o galo estava de sentinela, vigiando o campo para ver se não havia perigo para as galinhas e os pintinhos que ciscavam o solo à procura de minhocas.

A raposa, que passava por ali, logo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.5 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com