TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A importancia da formação profissional

Por:   •  7/10/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.393 Palavras (6 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 6

FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Acadêmico¹

Tutor Externo²

RESUMO

 Este trabalho tem como objetivo demonstrar a importância de uma formação profissional no mercado de trabalho competitivo e o anseio em busca de melhores formações profissionais, demostrando o porquê se deve manter-se motivado nessa trajetória. Buscando conteúdos sobre uma qualificação profissional para um mercado de trabalho tanto para os jovens como para os que já possuem uma formação na área de ensino na escassez de trabalho.

Palavras-chave: Pesquisa. Importância. Profissão. Mercado de Trabalho.

 

1.INTRODUÇÃO  

Quando nos referimos a formação profissional, estamos nos referindo também a tudo que esse termo engloba, seja educação profissional, formação acadêmica e também formação continuada. Termos esses dos quais iremos utilizar nesse presente trabalho.

No trabalho será abordado o contexto histórico da formação profissional, mostrando quando surgiu a necessidade de mão de obra especializada e o porque.

No trabalho iremos falar da importância de se ter uma formação para os jovens que querem ingressar no mercado de trabalho, mas por vezes não se sentem motivados o suficiente para concluir uma formação, ou até nem se quer sabem do quanto lhes seria útil e benéfico essa formação, tanto como ganho profissional como pessoal.

E também iremos falar da importância e o do porquê que se deve buscar uma formação continuada para aqueles que já possuem uma formação e estão no mercado de trabalho através do meio de ensino.

 

 2 DESENVOLVIMENTO

O mercado de trabalho atualmente anda a todo vapor e foi por causa disso que os profissionais estão cada vez mais se profissionalizando, especializando e se atualizando para garantir um bom posicionamento no mercado. E é aí que entra a formação profissional, mas primeiramente o que é formação?

Para a palavra formação existem diversos conceitos, mas no momento iremos nos ater ao conceito de o que é formação acadêmica.

Segundo o MEC (Ministério da Educação) formação acadêmica é o seu grau de ensino que são: Formação Básica, Formação Técnica e Formação Superior.

Na formação básica entra o ensino fundamental e médio em escolas públicas ou privadas.

Na formação técnica entra os cursos de escolas técnicas também conhecidos como profissionalizantes, que ensinam uma atividade específica para seus alunos em nível técnico.

Já formação superior são as faculdades como tecnólogos, mestrado, doutorado entre outros.

 Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mais de 40 milhões de brasileiros demonstram interesse por cursos de qualificação profissional. A pesquisa revela ainda o perfil por trás dessa demanda significativa: a grande maioria dos preocupados com o tema encontra-se na faixa etária mais jovem e possuem um bom nível escolar.  

Contudo um dos fatores que mais chamou a atenção na pesquisa é que, apesar do grande número de interessados, poucos estavam de fato realizando alguma atividade do gênero, seja pela falta de recursos financeiros, pouco tempo para se dedicar aos estudos e até mesmo falta de motivação com o que era aprendido nos cursos para alguns que até tentaram.

Para Tiago Mavichian (2017), diretor da consultoria companhia de Estágios é normal que a preocupação em ingressar no mercado de trabalho seja mais acentuada entre os jovens, pois:

De acordo com o próprio IBGE, essa parcela da população é a que mais sofre com o desemprego. E mesmo nas modalidades mais vantajosas, como os programas de estágio e aprendizagem, eles enfrentam uma alta concorrência. Sendo assim, precisam buscar formas de se destacar e a qualificação é sua principal arma nesse momento, uma vez que eles possuem pouca ou nenhuma bagagem profissional. Portanto, é natural e extremamente relevante que os jovens tenham maior consciência a respeito da importância da qualificação, principalmente em tempos de crise.

Mavichiam também fala sobre as dificuldades que os jovens enfrentam nos tempos de crise e diz que é preciso que o jovem se mantenha motivado, focado na qualificação e principalmente nas atividades mais flexíveis a sua rotina.

FIGURA 1- IMAGEM QUE INLUSTRA A IMPORTANCIA DE SE DEDICAR

[pic 1] 

Fonte: todaatual.com

 Segundo Rafael Pinheiro, gestor de recursos humanos:

Quando afirmamos que a qualificação é cada vez mais importante, muitos jovens se desanimam pois imaginam que precisam fazer cursos especializados e intercâmbios e que isso depende, diretamente do investimento financeiro. Porém, as empresas estão valorizando cada vez mais candidatos que possuam habilidades interpessoais claras, saibam trabalhar em grupo e que sejam proativos. O trabalho voluntário, por exemplo é uma excelente forma de trabalhar nas aptidões sem que o jovem precise necessariamente de capital.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.4 Kb)   pdf (238.8 Kb)   docx (105.6 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com