TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Avaliação de proposta de investimento

Por:   •  26/4/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.464 Palavras (6 Páginas)  •  33 Visualizações

Página 1 de 6

[pic 3]

PICTURE COMPUTAÇÃO GRÁFICA LTDA

Avaliação de proposta de investimento

Março/2019

[pic 4]


Elaborado por: Flavio Rodrigues Valente

Disciplina: Analise de viabilidade de projetos

Turma: Gerenciamento de projetos 2018/2019


Tópicos desenvolvidos

  1. Apresentação e objetivo
  2. Desenvolvimento
  1. Custos de treinamento e software
  2. Desembolso líquido inicial
  3. Depreciação e variação na depreciação
  4. Recomendação
  1. Considerações finais
  2. Referências bibliográficas

1 Apresentação e objetivo

Picture Computação Gráfica Ltda., renomada empresa do ramo da informática, vive hoje um dilema muito frequente no contexto organizacional, precisa decidir se continua operando com o equipamento que já possui ou se o substitui por um mais moderno e esta avaliação tem o intuito de orienta-la em sua tomada de decisão.

A empresa atua em diferentes segmentos da informática. Rentável e diversificada, construiu, ao longo dos anos, uma excelente reputação em processamento de imagens, oferecendo desde a digitalização de fotografias para pessoas físicas até o desenvolvimento de efeitos especiais com animação digital para estúdios de cinema e agências de publicidade. Devido à constante inovação nesse ramo, a empresa procura manter-se profissional e tecnologicamente atualizada. Essa demanda por atualização, no entanto, deve estar alinhada ao retorno exigindo pelos seus acionistas nos investimentos, o que, às vezes, gera tensões internas na empresa. Não raro, a Diretoria Financeira reclama que a Diretoria Técnica só quer comprar o que existe de mais moderno, potente e caro no mercado, sem se preocupar com a rentabilidade da empresa. A Diretoria Técnica, por sua vez, defende que, se dependesse da Diretoria Financeira, a empresa estaria usando computadores de 20 anos atrás, “à manivela de preferência”, para economizar energia. Nesse esforço por atualização, Rosa Martins, Presidente da Picture, está analisando uma proposta de compra de um novo sistema para a divisão de computação gráfica e o processamento de imagens da empresa. A expectativa é de que o novo sistema – composto de estações gráficas de alta capacidade, servidores de rede, scanners de alta resolução, impressoras coloridas e plotters, além de todo o software necessário – traga significativos ganhos de produtividade para a empresa, permitindo a oferta de serviços adicionais aos seus clientes. Caso essa proposta seja efetivada, o sistema em uso será vendido antes de o novo entrar em operação.

O sistema em uso hoje na Picture tem valor contábil de R$ 600.000,00 (já descontada a depreciação acumulada desde a sua aquisição), possui vida útil restante de cinco anos e vem sendo depreciado linearmente. Entendendo que, daqui a cinco anos, o valor de revenda desse equipamento será zero, em função da sua rápida obsolescência, Rosa sugere vendê-lo pelo valor de R$ 265.000,00. Já existe um comprador interessado, e ele se dispõe a fechar a venda agora e só retirar o equipamento após a instalação e testagem do novo sistema. Isso garantiria à Picture a não interrupção da sua produção bem como uma transição tranquila, sem percalços, do antigo sistema para o novo. Para a Presidente, a Picture não conseguiria negócio melhor. O novo sistema custaria R$ 1.175.000,00 e teria vida útil contábil de cinco anos. Estima-se que, ao final desse período, ele possa ser vendido por R$ 145.000,00, embora o seu valor contábil seja zero. Os ganhos com o novo sistema em relação ao atual (receitas menos todas as despesas, exceto a depreciação) foram orçados em R$ 340.000,00 anuais. A alíquota do imposto de renda da empresa é de 35% e o seu custo de capital é de 12% a.a. Sabendo da intenção de Rosa, o Diretor de Desenvolvimento da Picture envia-lhe um memorando, alertando-a quanto à aquisição do novo equipamento. Ele argumenta que o investimento de R$ 160.000,00 nos programas desenvolvidos pelo seu departamento e no treinamento dos funcionários para o atual sistema se tornaria inútil e seria perdido, já que o modelo operacional do novo sistema é incompatível com o atual. Para ele, esse custo deve ser considerado na análise de viabilidade do novo sistema.  Rosa, contudo, tem dúvidas acerca do tratamento que deve conferir aos custos de desenvolvimento e treinamento. Ela sabe que, no custo do novo sistema, está incluído o valor de R$ 125.000,00, relativo aos honorários da empresa de consultoria responsável por implementar o novo sistema, treinar o pessoal e desenvolver os aplicativos indispensáveis à empresa.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.3 Kb)   pdf (436.3 Kb)   docx (1.2 Mb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com