TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Tcc Pedagogia

Pesquisas Acadêmicas: Tcc Pedagogia. Pesquise 861.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/10/2014  •  1.261 Palavras (6 Páginas)  •  556 Visualizações

Página 1 de 6

A IMPORTÂNCIA DA INTEGRAÇÃO FAMÍLIA

E ESCOLA NA EDUCAÇÃO

Dalva Maria da Silva Reis

RESUMO: O presente artigo aborda a importância de Integração Escola- Família no Processo Pedagógico para uma educação de qualidade. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, na qual constatou-se que a relação escola - família é imprescindível, pois a família como espaço de orientação, construção da identidade de um indivíduo deve promover juntamente com a escola, uma parceria, a fim de contribuir no desenvolvimento integral da criança e do adolescente.

Palavras- chaves: Escola, família, aluno, educação e integração

1 INTRODUÇÃO

Hoje em dia há a necessidade de a escola estar em perfeita sintonia com a família, pois uma depende da outra na tentativa de alcançar o maior objetivo, qual seja, o melhor futuro para seu filho e educando, e automaticamente, para toda a sociedade.

A criança que chega à escola traz consigo toda a experiência relacional que adquiriu no âmbito familiar, esse processo requer dela a tarefa de, “abandonando a família”, estabelecer novos vínculos com a instituição escolar e com outros adultos. Neste momento, o professor surge como importante símbolo de autoridade, similarmente às figuras paternas, enquanto os colegas podem assumir o lugar analógico ao dos irmãos.

Os pais e educadores não podem perder de vista que, apesar das transformações pelas quais as famílias passam, esta continua sendo a primeira fonte de influência no comportamento, nas emoções e nas éticas da criança.

Observando o dia a dia dentro do ambiente escolar, constatamos a preocupação que a escola tem em relação à participação dos pais na vida escolar de seus filhos, os professores engajados em trazer os pais para dentro da escola promovem palestras, apresentações e reuniões, pois acredito que é através da junção de pais e escolas que nossos alunos irão melhorar o seu desenvolvimento psicológico e psicomotor, tendo assim uma aprendizagem de qualidade.

Com este artigo quero ressaltar a importância da escola e família estarem cada vez mais unidas em prol de seus alunos e filhos, pois através da educação podemos formar sujeitos éticos, críticos e com autonomia, porém, é com a família que a criança tem o primeiro contato com pessoas, e é ali que a criança começa a aprender a agir, a se comportar, a demonstrar seus interesses, a família também tem o dever de ensinar para seus filhos os valores como o respeito, amor e afeto, levando a criança a se tornar um adulto flexível, sabendo resolver problemas, que esteja aberto ao diálogo, às mudanças e às novas tecnologias.

A qualidade da educação depende cada vez mais dessa parceria. A participação dos pais na educação dos filhos deve ser constante e consciente, a vida familiar e escolar se completa.

2 ALUNO E ESCOLA

Nunca durante a história da humanidade falou-se tanto na necessidade de mudar nossa forma de agir e pensar, nunca constatamos com tamanha clareza nossa fragilidade e nosso imenso poder de querer mudar a educação.

Pensar em educação de qualidade hoje é preciso ter em mente que a família seja presente na vida escolar de todos os alunos em todos os sentidos, ou seja, é preciso uma interação entre escola e família. Nesse sentido, escola e família possuem uma grande tarefa, pois nelas é que se formam os primeiros grupos sociais de uma criança.

Envolver familiares na elaboração da proposta pedagógica pode ser a meta da escola que pretende ter um equilíbrio no que diz respeito à disciplina de seus educando. A sociedade moderna vive em crise de valores éticos e morais sem precedentes. Essa é uma constatação que norteia os arredores dos setores educacionais, pois é na escola que essa crise pode aflorar mais, ficando em maior evidência.

Nesse sentido a LDB – Lei Diretrizes e Bases da Educação (lei 9394, de dezembro de 1996), formaliza e institui a gestão democrática nas escolas e vai além. Dentre algumas conquistas destacam-se:

A concepção de educação, concepção ampla, estendendo a educação para além da educação escolar, ou seja, comprometimento com a formação do caráter do educando.

Nunca na escola se discutiu, tanto quanto hoje, assuntos como falta de limites, desrespeito na sala de aula e desmotivação dos alunos. Nunca se observou tantos professores cansados e muitas vezes, doentes física e mentalmente. Nunca os sentimentos de impotência estiveram tão presentes na vida escolar.

Por essa razão, dentro da escola, as discussões que procuram compreender esse quadro complexo e, muitas vezes, caótico, no qual a educação se encontra mergulhada, são cada vez mais freqüentes. Professores debatem forma de tentar superar todas essas dificuldades e conflitos, pois percebem que se nada for feito em breve não se conseguirá mais ensinar e educar.

Entretanto, observa-se que, até o momento, essas discussões vêm sendo realizadas apenas dentro

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.3 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com