TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Tcc Pedagogia

Trabalho Escolar: Tcc Pedagogia. Pesquise 861.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  19/2/2015  •  4.902 Palavras (20 Páginas)  •  778 Visualizações

Página 1 de 20

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL

RESUMO: O texto discute a importância da leitura nas séries iniciais do Ensino Fundamental no que diz respeito à aprendizagem da criança. Pesquisas bibliográficas mostram que a leitura auxilia as crianças no desenvolvimento da escrita, atenção, memória, concentração, além da compreensão de regras e papéis sociais. Assim, considero importante a discussão do papel da leitura nas séries inicias do Ensino Fundamental frente às necessidades e possibilidades da criança nesta faixa etária, bem como o papel do docente e da família no hábito de ler do aluno.

PALAVRAS-CHAVE: Leitura, literatura, aprendizagem.

1 Introdução

Com todas as novas perspectivas que surgem na educação, o ensino da Língua Portuguesa é cada vez mais discutido, principalmente no que se refere à metodologia utilizada pelos professores, que muitas vezes não torna o ensino significativo e prejudica a real aprendizagem dos alunos.

O ensino de Língua Portuguesa vive atualmente, assim como todas as outras disciplinas, um momento de revisão de seus princípios, objetivos e principalmente de suas metodologias.

O ensino e a aprendizagem de Língua Portuguesa na escola devem permitir a todos os alunos o acesso aos saberes lingüísticos necessários para o exercício da cidadania, pois é pelo domínio da língua, oral e escrita, que o homem se comunica e tem participação social efetiva.

É a partir da infância que se dá por necessário a importância da criança, ainda nas séries iniciais do Ensino Fundamental, começar a sentir gosto pelos textos, sendo estes literários, informativos ou que agregam valor à sua aprendizagem de Língua Portuguesa.

Este trabalho pretende discutir os pontos positivos da utilização da leitura nas séries iniciais do Ensino Fundamental, principalmente no que diz respeito ao auxílio no processo de ensino-aprendizagem. O trabalho objetiva ainda mostrar algumas possibilidades para enfrentar os desafios que o professor tem para conduzir seus alunos pelos caminhos da leitura de forma educativa, formativa e prazerosa.

A metodologia utilizada será a pesquisa bibliográfica, com a consulta de diversos, textos, artigos e site sobre o tema.

Nesse sentido cabe destacar que os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) propõem que o ensino de Língua Portuguesa trabalhe com a leitura e a escrita para que dessa maneira, forme um aluno apto a se desenvolver enquanto leitor, e, que domine basicamente a produção das diversas modalidades de textos.

Contudo, vale assinalar que, o papel do professor é de suma importância, para que de fato, as aulas de Língua Portuguesa estejam sempre voltadas para a realidade e necessidade dos alunos, ou seja, dificuldades em escrever e interpretar textos.

A leitura é uma atividade que se realiza individualmente, mas que se insere num contexto social, envolvendo capacidades que vão desde a decodificação do sistema de escrita até a compreensão e a produção de sentido para o texto lido. Abrange desde capacidades desenvolvidas no processo de alfabetização até capacidades que habilitam o aluno à participação ativa nas práticas sociais letradas que contribuem para o seu letramento.

Ler é uma das competências mais importantes a serem trabalhadas com o aluno, principalmente após recentes pesquisas que apontam ser esta uma das principais deficiências do estudante brasileiro. Uma leitura de qualidade representa a oportunidade de ampliar a visão do mundo. Através do hábito da leitura o homem pode tomar consciência das suas necessidades, promovendo assim a sua transformação e a do mundo.

Portanto, a leitura é de grande importância no ensino da Língua Portuguesa, pois através da leitura o aluno adquire conhecimentos em diversas áreas, o que facilita sem dúvida alguma, no momento de escrever um texto, pois proporciona um enriquecimento no vocabulário e argumentação.

2 Conceito de leitura para crianças

A literatura infantil teve início na Europa do século XVIII, quando, devido às transformações sociais da época, a criança começou a ser vista como tal, deixando para trás a concepção de mini adulto, ganhando notoriedade.

Segundo registros da época, as crianças não eram percebidas socialmente, compartilhavam o mesmo tipo de roupa dos adultos, ambientes sociais como também o trabalho. A partir de então, obteve um novo status e, se antes consumia as mesmas obras literárias dedicadas aos adultos, no novo cenário ganhou um espaço literário só para ela.

A criação da Literatura Infantil, mas especificamente dos contos de fadas, se deu pela necessidade de educar a criança daquela época.

“O aparecimento da Literatura Infantil tem características próprias, pois decorre da ascensão da família burguesa, do novo "status" concedido à infância na sociedade e da reorganização da escola. Sua emergência deveu-se, antes de tudo, à sua associação com a Pedagogia, já que as histórias eram elaboradas para se converterem em instrumento dela”. (MARTINS, 2010, p. 87).

Analisando a literatura infantil, pode-se citar que os contos, fábulas e lendas possuem dois lados, sendo um doce, que tem como objetivo divertir, entreter a criança, e o lado útil, que é o de ensinar valores e formar a consciência social do leitor.

Dentre as obras que marcaram a história da literatura para crianças, Cademartori (1994) cita:

“O início da literatura infantil pode ser marcado com Perrault, entre os anos de 1628 e 1703, com os livros "Mãe Gansa", "O Barba Azul", "Cinderela", "A Gata Borralheira", "O Gato de Botas" e outros. Depois disso, apareceram os seguintes escritores: Andersen, Collodi, Irmãos Grimm, Lewis Carrol, Bush. No Brasil, a literatura infantil pode ser marcada com o livro de Andersen "O Patinho Feio", no século XX. Após, surgiu Monteiro Lobato, com seu primeiro livro "Narizinho Arrebitado" e, mais adiante, muitos outros que até hoje cativam milhares de crianças, despertando o gosto e o prazer de ler” (CADEMARTORI, 1994, pág. 13).

Cademartori (1994), ainda afirma que:

“... a literatura infantil se configura não só como instrumento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (30.5 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com