TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL

Por:   •  19/4/2021  •  Trabalho acadêmico  •  2.361 Palavras (10 Páginas)  •  34 Visualizações

Página 1 de 10

[pic 1]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL

MAXWELL JOSÉ DA SILVA

PROJETO DE CARACTERIZAÇÃO SOCIOINSTITUCIONAL

Manhuaçu-MG

2021

MAXWELL JOSÉ DA SILVA

PROJETO DE CARACTERIZAÇÃO SOCIOINSTITUCIONAL

Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social da Universidade Pitágoras Unopar, para a disciplina de Estágio Curricular Obrigatório I.

Manhuaçu-MG

2021

SUMÁRIO

1.        INTRODUÇÃO        4

2.        DESENVOLVIMENTO        5

2.1        CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA INSTITUIÇÃO        5

2.2        OBJETIVO INSTITUCIONAL        6

2.4        AMBITO INSTITUCIONAL        8

CONSIDERAÇÕES FINAIS        11


  1. INTRODUÇÃO

O presente Projeto de Caracterização Socioinstitucional referente ao Estágio I em Serviço Social foi pautado na apresentação de uma instituição social na região de Manhuaçu/MG. A instituição escolhida foi a Secretaria Municipal de Assistência Social do município, em um estudo sobre o CRAS. A análise institucional contemplou a compreensão das formas de organização da política social ante as expressões da questão social, bem como as formas de organização.

O trabalho de estágio demonstrar as ações sociais desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Por meio do CRAS, as famílias em situação de vulnerabilidade social passaram a ter acesso a serviços como o cadastramento e acompanhamento em programas de transferência de renda, buscando uma qualidade de vida mais digna para todos.

 Como estrutura do trabalho foi elaborada uma contextualização histórica da instituição, como também os objetivos institucionais e o seu âmbito institucional. O CRAS tem como público prioritário em suas ações os beneficiários de algum benefício da assistência social, como por exemplo, a Bolsa Família, ou ainda famílias em situação de vulnerabilidade social devido à fragilização dos vínculos familiares ou com a comunidade.


  1. DESENVOLVIMENTO

  1. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA INSTITUIÇÃO

2.1.1         Identificação da Instituição

A Secretaria Municipal de Assistência Social foi instituída por meio da LEI Nº. 2414/2003 que “dispõe sobre os princípios básicos, a organização e a estrutura da Prefeitura do Município de Manhuaçu”.

O CRAS tem como público prioritário em suas ações os beneficiários de algum benefício da assistência social, como por exemplo, a Bolsa Família, ou ainda famílias em situação de vulnerabilidade social devido à fragilização dos vínculos familiares ou com a comunidade. O CRAS do município foi implantado em um bairro com alta vulnerabilidade social, o bairro Nossa Senhora Aparecida. Por meio do CRAS, as famílias em situação de extrema pobreza passaram a ter acesso a serviços como o cadastramento e acompanhamento em programas de transferência de renda.

O principal serviço ofertado pelo CRAS é o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF). Dentre os objetivos desse serviço estão à prevenção da ruptura dos vínculos familiares e comunitários, a promoção de ganhos sociais e materiais das famílias e o acesso a benefícios, programas de transferência de renda e serviços socioassistenciais. As ações são todas implementadas por meio de trabalho de assistência social.

2.1.2        Estrutura Organizacional 

A estrutura organizacional da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social – CRAS é composto pelos setores de Conselho Tutelar, Divisão de Programas Especiais e Divisão de Programas Permanentes, sendo uma unidade de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social. O CRAS está situado no município de Manhuaçu- MG, na Rua Monsenhor Gonzalez, nº498, Centro. A organização da instituição consiste em um total de 95 funcionários, sendo distribuídos em várias funções, sendo elas: 01 coordenadora geral, 01 coordenadora do setor bolsa família, 01 coordenadora da assistência social, 06 motoristas, 06 educadoras sociais (Projeto Criança Feliz), 01 coordenadora do conselho tutelar, 01 coordenadora do projeto AABB comunidade, 01 coordenadora de serviços gerais, 08 auxiliares de serviços gerais, 02 psicólogos, 16 assistentes sociais, 04 orientadores sociais, 47 funcionários distribuídos aos setores de apoio a auxiliar administrativo, dentro todos os cargos, existem os concursados, contratados e cargos comissionados.

  1. OBJETIVO INSTITUCIONAL

2.2.1        Natureza dos programas e projetos

 O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) é a responsável pelos serviços socioassistenciais da SUAS nas áreas consideradas vulneráveis e com algum risco social nos municípios. O CRAS é, assim, uma unidade da rede socioassistencial de proteção social básica que se diferencia das demais, pois além da oferta de serviços e ações, possui as funções exclusivas de oferta pública do trabalho social com famílias do PAIF e de gestão territorial da rede socioassistencial de proteção social básica. Esta última função demanda do CRAS um adequado conhecimento do território, a organização e articulação das unidades da rede socioassistencial a ele referenciadas e o gerenciamento do acolhimento, inserção, do encaminhamento e acompanhamento dos usuários no SUAS. O trabalho social com famílias do PAIF é desenvolvido pela equipe de referência do CRAS e a gestão territorial pelo coordenador do CRAS, auxiliado pela equipe técnica, sendo, portanto, funções exclusivas do poder público e não de entidades privadas de assistência social.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.8 Kb)   pdf (116.7 Kb)   docx (25.8 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com