TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PATRIMÔNIO HISTÓRICO E TECNOLOGIA: UM ESTUDO DE CASO SOBRE OS MORADORES DO CENTRO HISTÓRICO DE PORTO NACIONAL E O ACESSO À INTERNET

Por:   •  9/5/2017  •  Ensaio  •  2.342 Palavras (10 Páginas)  •  307 Visualizações

Página 1 de 10

PATRIMÔNIO HISTÓRICO E TECNOLOGIA: UM ESTUDO DE CASO SOBRE OS MORADORES DO CENTRO HISTÓRICO DE PORTO NACIONAL E O ACESSO À INTERNET.

Beatriz Ferreira

Neilane Tavares

Tiusley Pereira

Universidade Federal do Tocantins, Porto Nacional- TO

RESUMO

A presente pesquisa visa saber sobre o acesso à internet dos moradores do Centro Histórico de Porto Nacional. Sabe-se de muitos projetos para inclusão digital, sendo motivos de várias políticas públicas. No entanto, muito pouco se sabe sobre a real situação de acesso à internet no Centro Histórico de Porto Nacional. Verifica-se a necessidade de uma avaliação precisa para melhor mensurar recursos. Através de pesquisa quantitativa, descritiva, por meio de entrevista, realizada com 40 moradores do centro histórico. Pelos resultados observa-se que muitas pessoas do centro histórico de Porto Nacional não estão incluídos na sociedade digital.

Palavras- chave: Internet, Centro Histórico, Porto Nacional.


  1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem como objetivo discutir sobre os moradores do centro histórico de Porto Nacional – TO e o acesso à internet. É resultado de um censo realizado no centro histórico de Porto Nacional no mês de Março a Abril de 2017, sobre a orientação das professoras Drª. Carolina Machado Rocha Busch Pereira e Drª. Rosane Balsan, envolvendo as instituições locais (UFT, ITPAC Porto, Secretaria Municipal de Cultura e IPHAN). Para este estudo contamos com a consulta a revisões bibliográficas. O trabalho tem como proposta verificar se os moradores do centro histórico de Porto Nacional têm acesso à internet e identificar quais são as tecnologias de informação e comunicação utilizadas pelos moradores.

O centro histórico de Porto Nacional, em Tocantins, foi tombado pelo IPHAN, em 2008. A área delimitada abrange cerca de 250 edificações, conjuntos de ruas, largos e praças, incluindo a Avenida Beira Lago e o entorno da Catedral Nossa Senhora das Mercês. Na cidade, destacam-se as edificações construídas pelos freis dominicanos como a Catedral das Mercês, além de espaços públicos e residências (IPHAN,2008).

A área tombada (que inclui o seu entorno) abrange parte da zona central e compreende o sítio natural, a malha urbana e as arquiteturas implantadas desde a fundação do município até a década de 1960. Neste trecho localizam-se, além das edificações vernaculares, os edifícios mais singulares do centro histórico, como a Catedral, o Seminário, a Cúria e a Casa de Câmara e Cadeia. O local ainda apresenta remanescentes da maior parte do acervo arquitetônico representativo do período da mineração do ouro - metade do século XVIII até meados do século XX. (IPHAN,2008). 

Foram feitas entrevistas com os moradores do centro histórico, onde eles respondiam o questionário elaborado pelas professoras adjuntas da UFT e ITPAC, sobre temas relacionados ao próprio centro histórico, temas esses que englobava cultura, turismo, aspectos pessoais e tecnologia. A partir de tabulação os dados dos questionários, nota- se que a importância/ carência de meios de tecnologias de informação para esses moradores, sabendo disso surgi- se a ideia de discutir o tema tecnologia dentro do centro histórico de Porto Nacional- TO.  

As possibilidades das novas tecnologias são inúmeras e os limites inimagináveis, cabendo a cada pessoa tornar tais avanços grandes aliados em seu dia a dia. Novas formas de comunicação, possibilitando oportunidades, inclusão social, descentralização da informação, cultura e educação.

Um dos pontos mais importantes é a descentralização da informação, pois com a internet, a informação, cultura e educação deixaram de serem privilégios de alguns. Contudo a internet ainda não é acessada por todas as pessoas. Uma sociedade mais conectada contribui em muitos aspectos para seu desenvolvimento.

O fruto maior da informática em nossa sociedade é o de manter as pessoas devidamente informadas, através de uma melhor comunicação, possibilitando assim, que elas decidam pelos seus rumos e os de nossa civilização.

        


  1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

A ERA DA INFORMAÇÃO

Vivemos em uma nova fase do desenvolvimento humano, a Era da Informação. Os seres humanos sempre precisaram e consumiram informação, sendo uma necessidade tão importante como o alimento e água. No contexto cotidiano, é fácil percebermos as características da era da informação, como a aceleração dos sistemas de comunicação de transporte. Eventos que ocorrem nas mais diversas partes do mundo são rapidamente repercutidos e transmitidos para nós, em uma velocidade dita em tempo real.

Os avanços tecnológicos são conhecidos atualmente como a era da informação. Esse conceito diz respeito ao atual momento de evolução das técnicas e dos objetos técnicos que compõem o processo e transformação do espaço geográfico, assim como o modo de viver na sociedade. A informação tem sido um dos mais importantes recursos das pessoas e organizações, influenciando a vida humana e a economia em um grau que torna essencial e crucial sua utilização.

A era da informação está diretamente ligada aos avanços técnicos que permitiram o avanço e a consolidação do processo de globalização pelo mundo, no qual as distâncias foram encurtadas e a velocidade das transformações tecnológicas foi acelerada. O acesso rápido e fácil às diferentes formas de saberes nunca foi tão amplo, embora se manifeste de maneira desigual nas diferentes regiões do planeta.

Quando se fala em globalização, em geral o senso comum cria a imagem de um mundo com bases não só políticas e econômicas, mas também culturais. Segundo Lomnitz (1994) o termo globalização é perigoso porque se refere, acima de tudo, a interconexões no nível da economia e das comunicações, mas não necessariamente envolve a constituição de uma ideologia global de comunidade.

Diante dessa definição percebe-se que falar de globalização envolve vários fenômenos de caráter político, social, econômico e cultural que vêm acontecendo ao longo dos anos e têm sido percebidos mais fortemente nas últimas décadas, em escala mundial. Percebe-se, que a globalização deve ser vista como processo, como algo inter-relacionado e, por conseguinte, muito complexo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.2 Kb)   pdf (210.7 Kb)   docx (54.4 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com