TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Cultura em transformação: os índios e a civilização

Por:   •  8/11/2015  •  Trabalho acadêmico  •  555 Palavras (3 Páginas)  •  1.742 Visualizações

Página 1 de 3

CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO

DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL

DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA

 3ª FASE

DOCENTE: FERNANDA MARCON

DATA: 06 DE JULHO DE 2015

Resumo do Artigo - COHN, Clarice. Culturas em transformação: os índios e a civilização. São Paulo Perspec. [online]. 2001, vol.15, n.2, pp. 36-42.

O presente artigo vem relatar a experiência de um grupo indígena brasileiro, buscando entender as transformações culturais e o risco de perda cultural e de identidade.

A autora faz um questionamento de grande relevância. Como podemos contribuir para a sobrevivência física e cultural dos índios sem isolá-los?

Podemos partir de iniciativas básicas como atendimento médico, fazer com que o território seja garantido, repreender a práticas de genocídio. No que diz respeito à sobrevivência cultural é preciso entender como algumas etnias indígenas se posicionam, em especial os Xikrin, grupo Kayapó que vive no Pará.

A ideia de cultura parte de um princípio no qual a antropologia busca estudar os costumes e o modo de vida de cada povo. O índio brasileiro é visto como parte da história, em um primeiro momento, o foco está nas heranças que recebemos dos índios, seja genética, seja cultural.

No artigo são citadas as tradições culturais e são trazidas como exemplos duas regiões bastante diversas: Guianas e a Nova Guiné. Na primeira região discute-se o lado social da história para criação e reprodução da identidade entre os Saramaka do Suriname, sociedade constituída por escravos fugidos. Estudando em outra região Frederik Bart recusa a noção de que cultura é um todo homogêneo e compartilhado, ao analisar a tradição cosmológica das Montanhas OK da Nova Guiné.

Os Xikrin têm uma noção diversificada da nossa no que se refere à transmissão, aprendizado e conhecimento. Os Xikrin acreditam que o aprendizado se dá por meio do olho e do ouvido, só a partir disso tornam-se capazes de aprender, para eles não basta ver para aprender, tem que saber ouvir para compreender o que está sendo feito.

Os Xikrin possuem uma preocupação com a perpetuação de sua cultura e a continuidade de sua transmissão, os conhecimentos devem ser aprendidos e passados adiante.

Outra etnia indígena que permite repensar sobre a perda cultural são os Waiãpi, povo tupi da Amazônia, para eles, as noções de tradição cultural e civilização são articuladas nas relações entre grupos locais distintos. Os Xavantes também fazem parte dessa relação de tradição e sobrevivência cultural, conseguiram ganhar visibilidade na mídia, a partir da combinação de uma ênfase na tradição e inovações na divulgação e na colaboração com profissionais das mais diversas áreas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.7 Kb)   pdf (100.2 Kb)   docx (11.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com