TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

EMPRESA DO SEGMENTO DE HIPERMERCADO COM O SUBSÍDIO DAS DISCIPLINAS NORTEADORAS: PROCESSOS GERENCIAIS E MATEMÁTICA

Por:   •  20/11/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.507 Palavras (7 Páginas)  •  162 Visualizações

Página 1 de 7

1. INTRODUÇÃO

Frente a tantas mudanças globais no âmbito empresarial e fora dele, a renovação do modelo de gestão se faz necessário para que não ocorra a estagnação da empresa.

No decorrer da história, a gerência em todos os seus níveis (estratégico, gerencial e operacional) teve seu perfil ajustado a uma nova realidade e a gestão de recursos humanos passou a fazer parte de sua rotina de trabalho. Com isso, sua capacitação passou a incluir disciplinas voltadas para a área de comportamento, condição fundamental para que pudessem se comunicar melhor. Podemos dizer então, que para o desenvolvimento da empresa e seus níveis é imprescindível conhecimento e habilidades de gestão, mais até em algumas situações que o conhecimento técnico.

Captar e compreender as principais tendências que estão se delineando para os próximos anos é tão vital para a gestão de pessoas quanto administrar os problemas do dia a dia. Uma gestão de pessoas desatrelada da realidade presente pode tropeçar em obstáculos mais imediatos e comprometer a sobrevivência da organização.

2. DESENVOLVIMENTO

É válido mencionar alguns pontos que estão atrelados ao processo de desenvolvimento e capacitação de um gestor e intimamente relacionados ao sucesso dos processos e colaboradores de uma empresa.

Analisando aspectos relacionados à gestão é interessante fazer uma breve reflexão sobre tipos de lideranças. Liderança é a habilidade de mobilizar outras pessoas e fazer com que essas caminhem ao encontro de determinado objetivo (Aurélio 2001). Um bom líder tem a capacidade de motivar, influenciar os liderados e fazer com que caminhe em prol de um mesmo objetivo, diferente do chefe, que é uma pessoa comanda seu grupo, com direcionamentos de forma autoritária e exige obediência.

• Liderança autocrática: O líder é focado apenas nas tarefas, desconsiderando as opiniões de seus liderados. É autoritário e dominador. Geralmente é um ambiente cansativo para os seus membros, pouco motivacional, já que sua equipe não tem liberdade muito menos participação nas decisões.

• Liderança democrática: O líder democrático sabe ouvir opiniões, respeita as diferentes opiniões, pondera na hora de agir, é democrático, determina juntamente com o grupo as diretrizes para se chegar ao objetivo em comum. Ele é objetivo e limita-se aos fatos nas suas críticas e elogios. Geralmente é um ambiente estimulante, motivacional e desenvolve a capacidade crítica dos integrantes do grupo.

• Liderança liberal ou Laissez faire: Laissez faire é a contração da expressão em língua francesa que significa literalmente “deixai fazer, deixai ir, deixai passar”. Nesse tipo de liderança as pessoas tem mais liberdade do que no tipo citado anteriormente, pois, além da liberdade de opinião, tem também a liberdade na execução de tarefas e projetos na instituição, indicando possivelmente uma equipe madura, auto dirigida e que não precisa de supervisão constante. Por outro lado, também pode indicar um líder relapso, que deixa passar os desvios e falhas de sua equipe.

• Liderança paternalista: O paternalismo é uma atrofia da liderança, onde o líder e sua equipe têm relações interpessoais similares às de pai e filho. A liderança paternalista pode ser confortável para os liderados e evitar conflitos, mas não é o modelo adequado num relacionamento profissional, pois numa relação paternal o mais importante para o pai é o filho, incondicionalmente. Entretanto, numa relação profissional, os objetivos da instituição e os resultados a serem alcançados são mais importantes.

Referente à liderança e gestão de pessoas, pode-se agregar alguns aspectos que influenciam direta e indiretamente o sucesso ou insucesso de um gestor numa instituição. São eles fatores ambientais e/ou motivacionais.

De acordo com o gráfico acima o comportamento do homem na organização é determinado por dois aspectos básicos: a personalidade do indivíduo (“bagagem” acumulada ao longo de sua vida e carreira profissional) e a empresa e tudo relacionado à mesma (ambientes políticas e cultura).

O indivíduo é influenciado pelo ambiente ao qual está inserido e as pessoas com quem convive exercem forte influência sobre seu comportamento dentro da organização. Por isso, é imprescindível promover um ambiente agradável e organizado, com metas e objetivos muito bem esclarecidos, trabalho em equipe, além de campanhas motivacionais que estimulem o desenvolvimento profissional.

Nesse momento entra todo o potencial e habilidade do gestor para auxiliar a empresa

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.1 Kb)   pdf (55.9 Kb)   docx (16.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com