TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Questões Sobral, Planejamento

Por:   •  13/5/2019  •  Bibliografia  •  1.169 Palavras (5 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 5

Organização -  

As empresas estão sempre tentando manter a organização e isso deve ser frequente para serem criadas novas estratégias devido as mudanças do mercado ou tecnologias inovadoras. Hoje as mudanças estão voltadas para a internet para o uso de e-business.

Organizar, dispõe-se de recursos organizacionais para alcançar as metas estratégicas. A disposição de recursos é o reflexo da divisão de mão de obra da organização em departamentos específicos e linhas formais de autoridade e mecanismo para coordenar as tarefas organizacionais diversas.

A organização resulta a estratégia, que resulta o que fazer e a organização como fazer. É uma ferramenta que os gerentes costumam usar para atrelar os recursos e fazer com que as coisas sejam feitas.

ORGANIZANDO A ESTRUTURA VERTICAL

O processo de organização define como as tarefas devem ser divididas e os recursos são distribuídos.

- Estrutura organizacional: conjunto de tarefas formais concedidas a indivíduos e departamentos; relacionamentos formais de comando, incluindo as linhas de autoridades, a responsabilidade da decisão, o número de níveis hierárquicos e a amplitude de controle do gerente; e o projeto de sistemas para garantir a coordenação eficaz dos funcionários entre os departamentos.

As características da estrutura vertical são retratadas através de um organograma gráfico que representa visualmente a estrutura organizacional de uma instituição ou empresa. O principal propósito deste modelo estrutural é apresentar a hierarquização e as relações entre os diferentes setores da organização.

ESPECIALIZAÇÃO DO TRABALHO

Muitas vezes chamada de divisão de mão de obra, é o grau em que as tarefas organizacionais são divididas em trabalhos separados, ou seja, os funcionários os funcionários dentro de cada departamento exercem somente as tarefas relevantes às suas funções especializadas.

CADEIA DE COMANDO: É uma linha ininterrupta de autoridade que liga todas as pessoas de uma organização e mostra quem se reporta a quem. Está ligada a Unidade de comando (cada funcionário responde apenas o supervisor) e princípio escalar (linha de autoridade que inclui todos os funcionários). Todas as pessoas na organização devem saber a quem elas se reportam.

  • AUTORIDADE – direito formal e legitimo de um gerente tomar decisões, ditar ordens, ampliar recursos para alcançar resultados. Embora a autoridade flua de cima para baixo, devido a hierarquia, o funcionário obedece, pois, a ele acredita nas ordens do gerente. Se um funcionário se recusa a obedecer uma ordem do gerente, ele perde completamente sua autoridade.
  • RESPONSABILIDADE – É o dever de realizar uma tarefa ou atividade recebida ao funcionário. Responsabilidade final é quando pessoas com autoridade e responsabilidade estão sujeitas a se reportar e justificar os resultados das tarefas àqueles que estão acima delas na cadeia de comando, ou seja, os subordinados devem estar cientes de que ao receber uma tarefa são responsáveis em aceitar a responsabilidade e a autoridade de desempenhá-la
  • DELEGAÇÃO – É quando os gerentes transferem suas autoridades e responsabilidades para posições abaixo deles hierarquicamente dizendo, com isso proporcionam o máximo de flexibilidade para satisfazer as necessidades dos clientes e se adaptar ao ambiente.

AMPLITUDE ADMINISTRATIVA

É o número de funcionários que se reportam a um supervisor, esse tipo de estrutura determina o quão proximamente um supervisor consegue monitorar um subordinado. A visão tradicional recomenda sete subordinados para cada gerente, no entanto hoje em dia são as organizações dispõe de 30 a 40 subordinados por gerente. A média da amplitude de controle usada em uma organização determina se a estrutura é alta ou plana.

- Estrutura alta: amplitude total e níveis hierárquicos

-Estrutura plana: amplitude larga e horizontalmente dispersa e tem poucos níveis hierárquicos; facilita a delegação

CENTRALIZAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO

Pertencem ao nível hierárquico no qual as decisões são tomadas. Centralização diz que a autoridade de decisões está localizada próximo ao topo da organização. Descentralização a autoridade da decisão é pressionada para baixo, para os níveis organizacionais mais baixos. Acredita-se que a descentralização alivia a carga dos alto-gerentes, faz o uso mais amplo das habilidades e talentos dos trabalhadores garante que as decisões sejam tomadas perto da ação por pessoas bem informadas e permite uma resposta mais rápida para mudanças externas. No entanto os gerentes devem analisar a situação organizacional e selecionar o nível de tomada de decisão mais coerente que satisfaça a necessidade (Pág. 227)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.2 Kb)   pdf (78 Kb)   docx (216 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com