TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Os Processos Migratórias

Por:   •  7/4/2021  •  Relatório de pesquisa  •  929 Palavras (4 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 4

PROCESSOS MIGRATÓRIOS

O controle da imigração indesejável- As transformações das políticas de controle das migrações internacionais na América do Sul e a produção histórica e social da “imigração ilegal”.

A seletividade, quem pode entrar? Alguns antecedentes históricos relacionados com as políticas de controle migratório e a instauração da deportação ou expulsão de estrangeiros em diferentes contextos nacionais da América do Sul.

Contexto (séc. XIX a 1930) Na conjuntura de formação de nação e de ideologias eugênicas e higienistas, as políticas imigratórias no século XIX visavam o branqueamento das nações sul-americanas através do recrutamento de determinados imigrantes europeus (o bom imigrante) considerados agentes da civilização e progresso - os imigrantes “desejáveis”.

Imigrantes indesejáveis- Imigrantes “indesejáveis”: os chineses, os doentes físicos e mentais, os “subversivos” (os anarquistas), os delinquentes, marginais e transgressores de leis jurídicas e morais, como as prostitutas, os traficantes de prostitutas ou ainda de entorpecentes.

As “novas ameaças” hoje - Os “indesejáveis” foram substituídos pelas “novas ameaças”: o narcotráfico, o terrorismo, o tráfico de pessoas e a migração indocumentada.

Os “indesejáveis” foram substituídos pelas “novas ameaças”: o narcotráfico, o terrorismo, o tráfico de pessoas e a migração indocumentada.

Imigração atual no Brasil

- Mudanças das rotas migratórias: Haiti, África, países sul-americanos (bolivianos).

- A falta de políticas, de estrutura e de assistência social.

LEI DE MIGRAÇÃO

- Estatuto do estrangeiro de 1980- o imigrante como ameaça à segurança nacional.

- A nova lei: reconhece a migração como direito, repúdio à xenofobia, ao racismo e outras formas de discriminação.

SECURITISMO E MIGRAÇÃO

A preocupação com aspectos de natureza militar e a segurança nacional - o “estrangeiro” como ameaça: à “ordem”, ao trabalhador nacional.

HUMANITARISMO - Tratar o imigrante como um cidadão com direitos universais garantidos, conforme a política internacional de Direitos Humanos.

FLUXO MIGRATORIOS DE HAITIANOS PARA O BRASIL- O distanciamento entre as políticas de vistos e as políticas migratórias: ausência de políticas de inclusão e aculturação.

EXCLUSÃO VELADA DOS IMIGRANTES- Aculturação unidirecional, processo segundo o qual o migrante incorpora-se psicológica e socialmente à cultura do local.

PROCESSOS DE ADAPTAÇÃO- Integração – Marginalização – Separação – Assimilação.

PROCESSO DA EXCLUSÃO- As práticas da exclusão ocorrem de modo implícito na forma de tratamento aos estrangeiros: não reconhecimento, eliminação de traços culturais.

DESAFIOS A INCORPORAÇÃO DOS IMIGRANTES:

  • Aceitação de elementos culturais;
  • Iniciativas educacionais - qualificação e inserção;

DESAFIOS 

Incorporação seletiva de elementos culturais;

Políticas migratórias integradas entre os governos.

POLITICAS DE INCLUSÃO

• Ações educacionais para a incorporação do idioma do local de destino

• Validação de estudos dos imigrantes

• Conscientização da sociedade brasileira sobre as intenções humanitárias da política de vistos

• Ações de incentivo à qualificação dos imigrantes (aprendizado do português, acesso ao ensino formal brasileiro e o reconhecimento da qualificação).

MIXOFOBIA

- Um sentimento de medo de misturar-se, nascido da construção dos imigrantes irregulares como ―sujeitos de riscos (BAUMAN, 2009)

- A influência da mídia de massa na criação de pânico/alarma social a respeito de determinados temas relacionados à segurança, particularmente após os atentados terroristas.

A SOCIEDADE DA INSEGURANÇA E DO MEDO

  • Insegurança moderna: medo dos crimes e dos criminosos
  • A solidariedade é substituída pela competição, os indivíduos se sentem abandonados a si mesmos.
  • As cidades se transformaram em depósitos de problemas causados pela globalização

MANIFESTAÇÕES DA MIXOFOBIA

Acrescente sensação de horror diante da ideia de se encontrar frente a frente com estrangeiros. Estes tendem a parecer cada vez mais assustadores, porque cada vez mais alheios, estranhos e incompreensíveis.

As políticas de mixofobia: separação e isolamento territorial (os muros, os guetos).

MIXOFOBIA

• mixofobia (medo de misturar-se): reação à variedade de tipos humanos e de estilos de vida que se podem encontrar nas ruas das cidades contemporâneas.

• A multiforme e plurilinguística cultura do ambiente urbano na era da globalização favorece as tendências segregacionistas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.1 Kb)   pdf (62.7 Kb)   docx (10.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com