TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho da disciplina Gerenciamento de Custos

Por:   •  29/2/2016  •  Trabalho acadêmico  •  1.259 Palavras (6 Páginas)  •  312 Visualizações

Página 1 de 6

[pic 2]

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS

Fichamento de Estudo de Caso

Gustavo Fernandes dos Santos Dias

Trabalho da disciplina Gerenciamento de Custos

                                                 Tutor: Prof.Marcelo Jose Pinho Barbosa

Rio de Janeiro

2015

Estudo de Caso:

Gerenciamento de Custos

Apple Computer, 2006

REFERÊNCIA: Yoffie,Slind. Apple Computer,2006

A Apple foi fundada por dois jovens que acabavam de abandonar a faculdade para criar uma empresa de desenvolvimento e venda de computadores. Após alguns meses,  eles já haviam fechado a venda de 200 unidades de seu primeiro lançamento o Apple I. A missão declarada por um de seus fundadores, Steve Jobs, era levar um computador fácil de usar para todo homem, mulher e criança.

Seu segundo lançamento, o Apple II, revolucionou o mundo dos computadores elevando a Apple a tornar-se a líder de mercado até o final de 1980. Com a entrada da concorrência da IBM a Apple perdeu rapidamente mercado devido ao baixo custo dos equipamentos da IBM, seu sistema aberto e a possibilidade de ser clonado.

Na década seguinte, a Apple manteve suas características de sistema fechado. Entretanto procurou explorar recursos gráficos e design para se tornar lider na área de editoração eletrônica e educacional. A utilização de softwares de qualidade e periféricos ajudaram a Apple a se tornar uma marca mundial.

        No ano de 1982 a Apple continuava a crescer, porém sua participação no mercado tivesse caído para míseros 6,2%. Em 1984 o lucro líquido da empresa caiu 17%, levando a empresa a uma crise que culminou no afastamento de Steve Jobs do comando e, posteriormente, sua saída da empresa.

        Sculley, o novo CEO da Apple, procurou tornar a empresa  líder na área de editoração eletrônica e educação. A combinação de softwares de qualidade e periféricos deram ao Macintosh recursos inigualáveis. Houve então uma explosão nas vendas que transformaram a Apple em uma marca mundial. Em 1990 mesmo mantendo uma baixa participação, 8%, nas vendas de computadores no mercado global, a Apple se tornava a empresa mais rentável mundo.

        O investimento em tecnologia no desenvolvimento de produtos a partir do zero, a alta qualidade e soluções completas deram destaque e fidelizaram seus clientes. Enquanto isso, a concorrência sofria com problemas de compatibilidade e só ganhavam na relação custo dos produtos.

        Neste momento a Apple dedicava 9% de suas vendas a pesquisa e desenvolvimento (P&D) enquanto seus concorrentes dedicavam de 1% a no máximo 5%. Com a redução de preços dos equipamentos da IBM, os Macs da Apple alarmavam seus diretores e clientes pelo alto custo. Neste cenário Apple precisava tomar medidas drásticas para poder reduzir seus custos.

        Em 1991 a Apple reduziu 10% do seu quadro de funcionários, terceirizou a maior parte de sua produção e adotou uma postura mais firme em relação aos seus parceiros nas áreas de desenvolvimento e distribuição. Entretanto, estas ações não impediram a redução para 34% de lucratividade de seus produtos.

Com um novo CEO em 1993, Mike Spindler, a Apple tinha como objetivo expandir para o mercado internacional, principalmente para a China. Porém,  pesquisas apontavam que clientes de PCs não desejavam possuir um Mac enquanto os usuários de Macs tinham a expectativa de possuirem um PC. O novo CEO tomou novamente medidas drásticas ao reduzir 16% dos funcionários e para 6% os gastos com P&D. O ano fiscal de 1996 evidenciou um prejuízo de US$ 69 milhões e novamente mais demissões.

Segundo o PMI, 2013: Controlar os custos é o processo de monitoramento do progresso do projeto para atualização do seu orçamento e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base dos custos.

Em 1996, a Apple racionalizou sua linha de produtos, cortou drásticamente sua folha de pagamento e reconstruiu sua reserva de caixa. Retornou a sua estratégia de diferenciação de preços mais elevados e esperava o lançamento de um novo sistema operacional que recolocasse a plataforma Mac em uma posição de lider tecnológico. Porém as ações foram desordenadas culminando com o cancelamento do lançamento de um novo produto que custou US$ 500 milhões em D&P gerando um grande custo afundado.

O impeto em manter a marca como o grande desenvolvedor de produtos inovadores, com alta qualidade, funcionalidade e design exclusivos fez com que a alta direção descuidasse do planejamento do gerenciamento de custos que ficou evidente com várias iniciativas frustradas neste período.

Em 1997 com o retorno de Jobs ao comando da empresa, as ações da Apple voltaram a subir com algumas ações de Jobs. Parceria com a Microsoft, encerramento do programa de licenciamento do Macintosh, redução da linha de produtos de 15 para 3 e o lançamento do iMac recolocaram a Apple em um cenário de destaque.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.6 Kb)   pdf (152.2 Kb)   docx (46.4 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com