TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha do filme Macunaíma

Por:   •  10/12/2018  •  Resenha  •  405 Palavras (2 Páginas)  •  25 Visualizações

Página 1 de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES - ICHCA

CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS 

BRUNA FREIRE CARDOSO DIAS

Resenha do filme Macunaíma

Trabalho apresentado à disciplina de Estética da Comunicação, ministrada pelo professor Ruy Matos, como requisito parcial para obtenção de nota.

Maceió, AL

2018

O intenso filme Macunaíma foi produzido pelo grande cineasta Joaquim Pedro da Andrade, baseado na obra literária de mesmo nome de Mário de Andrade. O filme, por causa do livro, é um clássico brasileiro e foi lançado em 1969.

A linguagem do filme segue o exemplo da obra literária, porém insere-se no contexto atual de seu lançamento, a época do militarismo. Num ambiente cheio de simbologias, apresenta a realidade brasileira, que é possível ligar ao momento que vivemos agora, “um cenário político repleto de contradições e inseguranças”.

Inicia-se com o nascimento do personagem título, “Macunaíma”. Ele vive na Floresta Amazônica, repleta de mistérios, com a mãe, os irmãos e a cunhada. Macunaíma não fala nada até os seis anos de idade e se comunica apenas por uma frase: “ai que preguiça.

A história retrata um jovem que inicialmente é feio, muito “danado”, que adora luxúrias e que é extremamente preguiçoso. O jovem tem encontros amorosos com sua cunhada “Sofará”, esposa de um de seus irmãos, e apelida “carinhosamente” estes encontros de “brincadeira”

Macunaíma precisa sair de casa, em busca de aventuras. E vai com sua família para a cidade (leia-se “meio urbano”). O personagem acaba de apaixonando por uma guerreira chamada Ci, com quem vai viver junto e tem um filho.

 Ci presenteia-o com uma pedra, o Muiraquitã, que simboliza muita sorte por toda vida; porém, Ci e o filho recém-nascido morrem numa guerra. O personagem acaba se desnorteando e voltando as origens de um homem apaixonado pelas mulheres e termina perdendo a pedra preciosa. Entra em uma busca pela pedra, que simboliza parte da mitologia do personagem.

De forma engraçada, Macunaíma recupera sua pedra e retorna para sua terra, em busca de uma vida tranquila, volta sozinho, sem ninguém. Por fim, ele é atraído por Yara, que é uma comedora de pessoas, e devora Macunaíma encerrando com a vida dele.

Percebi no decorrer do filme características nacionalistas e surrealistas. O filme retrata o brasileiro, o que chamamos de “jeitinho brasileiro”, que não importa se temos que passar por cima da felicidade de alguém para conseguir o que queremos, mesmo que de forma sem caráter. E em contrapartida transparece a alegria e a garra do brasileiro.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.7 Kb)   pdf (64.2 Kb)   docx (11.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com