TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Morte ou Transfiguração do Leitor

Por:   •  7/3/2019  •  Resenha  •  771 Palavras (4 Páginas)  •  76 Visualizações

Página 1 de 4

MORTE OU TRANSFIGURAÇÃO DO LEITOR?

O “Texto Morte ou Transfiguração do Leitor?” foi escrito pelo autor Roger Chartier e trata das práticas de leitura e da criação literária, apontando uma determinada “crise” no âmbito da leitura e escrita por consequência da evolução tecnológica como ele expressa em (2002, p.105) “Numa terceira perspectiva, a morte do leitor e o desaparecimento da leitura são pensados como a consequência inelutável da civilização da tela, do triunfo das imagens e da comunicação eletrônica”. É notório que o meio acadêmico sempre foi um grande movimentador de recursos e de produções literárias e que atualmente usa indispensavelmente a tecnologia nessas produções, mas que é algo que tem diminuído com o passar dos anos pela facilidade de acesso a informação de maneira gratuita, sem ter de carregar o peso dos materiais e/ou livros dentro do material que o professor disponibiliza, entretanto a valorização de títulos neste meio influencia na qualidade das produções textuais, sendo muitas vezes algo pouco inovador.

Conforme o texto percebe-se que o meio acadêmico têm usado do artifício da fotocópia, podendo também ser retirar esses conteúdos na internet, para a leitura de livros, notícias e revistas. O que cria conflitos entre as editoras que publicam os escritos, que naturalmente deixam de lucrar com a venda de destes, e os autores que desenvolvem os textos e têm sua obra circulando de maneira desmedida. Entretanto, a solução observada pelo autor é a coexistência dos suportes, pois por mais que a existência desses “grandes leitores” seja pequena, ainda existem àqueles que optam pelo suporte do livro, revista, jornal, contrapondo com aqueles que acessam a tudo isso apenas por um único suporte seja ele via celular, computador, tablets, etc. Ele coloca a possibilidade de uma possível cobrança pelo acesso desses textos online de maneira que controle o acesso daqueles que fraldam as obras e viabilizam o acesso de forma gratuita sem nenhuma permissão e viabilize o acesso online podendo compensar os recursos que a comercialização destas obras não conseguem alcançar o público. Entretanto essa cobrança no acesso de conteúdo online pode ser beneficiária para as editoras e preservar os direitos autorais no caso dos autores, mas existe a possibilidade de diminuir consideravelmente a quantidade de leitores, pois o habito de ler já foi ultrapassado por diversos outros hábitos como por exemplo o de assistir programas de televisão, filmes, ir ao cinema, tornando-se secundário e obrigatório apenas nos casos de serem usados em temas de aplicados em aula para fomentar e embasar discussões.

Outra problemática que é pertinente no texto é a facilidade com que textos são produzidos e publicados online, qual é a qualidade do tipo de material produzido no universo da Web atualmente? Chartier coloca:

“Mas o livro eletrônico deve definir-se em reação às práticas atuais que muitas vezes se contentam em pôr na Web os textos brutos que não foram nem pensados, em

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.9 Kb)   pdf (36.2 Kb)   docx (9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com