TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A IMPORTANCIA DA LITERATURA INFANTIL - Portifólio individual 5º semestre pedagogia

Por:   •  11/10/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.369 Palavras (6 Páginas)  •  457 Visualizações

Página 1 de 6

1 INTRODUÇÃO

Quando falamos em literatura infantil, logo pensamos em fábulas, contos de fadas, histórias envolvendo muita mágica e imaginação e realmente é tudo isso, mas não só apenas isso, ela vai além de apenas um momento prazeroso, é de fundamental importância para o desenvolvimento mental, intelectual, emocional, cognitivo e entre outros benefícios que a literatura infantil pode proporcionar a crianças em seus primeiros anos escolares, ou seja na educação infantil.

Neste abordaremos de forma simples e objetiva um pouco sobre o quanto é importante a literatura infantil para o desenvolvimento de uma criança e de que quanto mais cedo for esse contato mais ela irá se desenvolver, e que esse é mais um instrumento valioso nas mãos de educadores que sabem utilizar essa ferramenta de maneira adequada, também falaremos sobre uma literatura muito interessante e rica em todos os aspectos que é “ BALAS, BOMBONS e CARAMELOS” de Ana Maria Machado, que é direcionada para crianças de quatro a cinco anos de idade.

2 “BALAS, BOMBONS E CARAMELOS”, E A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL PARA O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL.

A literatura “Balas, Bombons e Caramelos”, fala de um simpático hipopótamo que além de muito grande e gordo era amigo de todos os animais da floresta, gentil e bem humorado cativava todos os animais com sua calma e ao mesmo tempo muito alegre, ninguém tinha mais amigos do que o hipopótamo PIPO, os animais vinham de longe só para vê-lo, para bater um papo com ele, mas todos reparavam que ele quase não comia e quando comia só comia capim, então diziam que ele deveria variar o seu cardápio comendo outras coisas de vez em quando, como uma carninha por exemplo, um amigo até lhe trouxe umas minhocas para que ele experimentasse, mas ele sorriu agradeceu mas não comeu. Num certo dia algo mudou, todos perceberam que ele estava meio triste, e mal humorado, pois tinha enchido a boca de água como de costume mais quando estava com ela cheia de água deu um grito e assustou a todos, porque gemia de dor nos dentes, então mandaram chamar um amigo que era dentista, mas enquanto isso todos tentaram ajudar mas ninguém conseguiu resolver o problema, e quando lhe perguntaram se ele queria alguma coisa, ele prontamente respondeu que sim, queria suas balas e doces que guardava em um oco, foi aí que descobriram que ele se alimentava muito mal e por isso estava com dor nos dentes, e foi assim que ele mudou seus hábitos alimentares e nunca mais sentiu dor e nem mal humor.

A história se encaixa perfeitamente no contexto de Natureza e Sociedade, pois além de falar de um bom relacionamento entre os indivíduos de uma mesma comunidade, fala da amizade, da boa ação, mostra que devemos nos alimentar corretamente sem exagerar nos doces, pois sabemos que doces demais podem trazer vários prejuízos para a saúde não só do corpo mas também podem causar cáries e consequente mente muita dor, como no caso do PIPO, sem contar que ele estava escondendo a verdade, e isso além de ser muito feio, pode ser perigoso.

Como vimos uma simples história pode fazer com que a criança olhe ao seu redor e se encontre dentro de um contexto, sendo no real como também no imaginário, afinal o que seria das historinhas e contos se não fosse a imaginação, mas como isso pode desenvolver o cognitivo de uma criança?

A literatura infantil é de total importância pois é na infância que as crianças mergulhão no mundo deslumbrado do faz-de-conta e não precisa ser criança alfabetizada, pelo contrário, as menores que ainda não conhecem o universo da língua escrita são as que mais sabem aproveitar as fantasias e que mais viajam pelo munda da imaginação. Escutar, ouvir histórias é o inicio da formação de um ser leitor e não só isso é através delas que a crianças mergulha em suas próprias emoções e um mundo lúdico onde a criança é livre para pensar, imaginar, executar, sonhar, e se desenvolver de forma adequada com total liberdade.

A crianças já tem o seu primeiro contato com a literatura através das histórias contadas oralmente pelos seus familiares ainda bem cedo, com contos, trechos da bíblia, lendas e até as histórias inventadas por eles, mas existe várias formas de ser trabalhar a literatura infantil, através de filmes, dramatizações, teatros, leitura de livros, encenações, brincadeiras, manuseio de livros pelos próprios alunos, mas o mais comum é o de contar histórias e isso deve ser feito de uma maneira especial onde o contador deve viver os personagens usando uma linguagem adequada, mudando a entonação da voz quando necessário usando a maior quantidade de recursos possíveis, assim atraindo a atenção das crianças e fazendo com que elas mergulhem juntamente com o contador dentro da história.

O

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.5 Kb)   pdf (47.9 Kb)   docx (13.9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com