TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A INCLUSÃO DE ALUNOS SURDOS NOS ENSINO FUNDAMENTAL I

Por:   •  2/9/2018  •  Trabalho acadêmico  •  3.647 Palavras (15 Páginas)  •  123 Visualizações

Página 1 de 15

PRÁTICAS DE LINGUAGEM ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

 Antônia Coêlho Viana

Maria Eugênia Dantas Cordeiro

Maria Raimunda

Taciana

Tutora Externa: Profª Joyce

Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Licenciatura em Pedagogia (PED 1214) – Seminário Interdisciplinar III – Infância e suas linguagens

RESUMO

  O presente trabalho buscou destacar as práticas de linguagem escrita na educação infantil, o tema abordado contou com uma pesquisa documental, realizada em livros, revistas, sites da internet ,bibliotecas, na tentativa de responder as seguintes questões: O direito da criança de pensar sobre a escrita, o papel do professor frente aquisição da linguagem escrita, sugestões de trabalhos que podem contribuir para o desenvolvimento desse processo de escrita no ensino aprendizagem da criança. A escrita e a sua cultura são importantes patrimônios da humanidade, portanto, os direitos da criança. Quando se trata do contato delas com a escrita, cabe ao educador infantil incluí-las na cultura escrita, acolhendo suas diferentes práticas sociais e o sentido que isso tem para elas. O trabalho com a leitura e a escrita na educação infantil deve estar comprometido com o direito da criança de expandir seu conhecimento. Para que isso é necessário que a prática pedagógica deve promover situações significativas em relação à cultura infantil. O trabalho coma a linguagem escrita na educação infantil deve realizar –se por meio de estratégias de aprendizagem capazes de respeitar as características da infância, considerando os significados que a linguagem escrita adquire para os sujeitos que vivem essa fase da vida.

.

Palavras-chaves: criança, Educação infantil, linguagem escrita.

1 INTRODUÇÃO

A aprendizagem da linguagem escrita é um dos elementos importantes para as crianças ampliarem suas possibilidades de inserção e de participação nas diversas práticas sociais. O trabalho com a linguagem se constitui um dos eixos básicos na educação infantil, dada sua importância para a formação do sujeito, para a intenção com as outras pessoas, na orientação das ações das crianças, na construção de muitos conhecimentos e no desenvolvimento do pensamento. A educação infantil passa a promover experiências significativas de aprendizagem da língua, por meio de um trabalho com a linguagem escrita e se constitui em um dos espaços de ampliação das capacidades de comunicação e expressão e de acesso ao mundo letrado pelas crianças. Segundo (MELLO;MILLER, 2008) apud (LIMA 2013 p.2) "Essa ampliação está relacionada ao desenvolvimento gradativo das capacidades associadas às quatro competências linguísticas básicas as: falar, escutar, ler e escrever".

A educação infantil possui uma identidade própria constituída a partir das características das crianças, que são os sujeitos para os quais ela se destina, e da sua forma de se relacionar com o mundo e de construir sentido para o que experimentam. O trabalho com a linguagem escrita na educação infantil deve respeitar a criança como produtora de cultura.

O objetivo geral deste trabalho consiste em pesquisar a como se dá o processo da escrita na educação infantil. Tendo por objetivos específicos: identificar como se dá o processo de linguagem escrita na educação infantil; compreender as metodologias usadas no processo de escrita na educação infantil; analisar as práticas usadas pelo professor visando a estimulação e desenvolvimento da escrita na educação infantil.

A pesquisa surgiu do desejo de conhecer o processo de aquisição da linguagem escrita na educação infantil, bem como entendermos melhor a presença da linguagem escrita na educação infantil, com algumas ideias práticas correntes.

 . Para responder esta questão utilizaremos a pesquisa de prática documental em livros, artigos, sites, revistas etc. Esperamos com essa pesquisa alcançar um conhecimento mais amplo sobre a prática de linguagem escrita na educação infantil, nos preparando para um futuro próximo. Quando formos os primeiros responsáveis por esse processo. Desde já, vamos começando, mesmo que seja um pouco, pelo conhecimento acadêmico, a compreender as práticas de linguagem escrita utilizadas em sala de aula.

2. PRÁTICAS DE LINGUAGEM ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Para começo de conversa, é importante dizer que o trabalho com a linguagem escrita deve permitir à educação infantil assumir um papel importante na formação de leitores e usuários competentes do sistema de escrita, respeitando a criança como produtora de cultura.

O fato é que a criança é capaz de produzir sua própria cultura na interação que estabelece com outras formas e manifestações de cultura. "(Kramer,2009)apud(LIMA 2013 p.3) nos diz que: “Como um sujeito de direito a criança cria cultura, brinca dá sentido ao mundo, produz história, recria a ordem das coisas, estabelece uma relação critica com a tradição".

...

Baixar como (para membros premium)  txt (24.8 Kb)   pdf (215 Kb)   docx (21.9 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com