TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A ORGANIZAÇÃO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Por:   •  29/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.073 Palavras (9 Páginas)  •  297 Visualizações

Página 1 de 9

ORGANIZAÇÃO TRABALHO PEDAGOGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Trabalho de MARIA GLEICIANE LEITE MARQUES apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral na disciplinas:

alfabetização e letramento,ensino de matemática na educação infantil,ensino de natureza e sociedade na educação infantil,literatura infanto juvenil, seminário interdisciplinar

Orientador: EDILAINE VAGULA, LAURA CÉLIA CABRAL CAVA, RAQUEL FRANCO , ROSELY MONTAGNINI

Itaituba

2015

INTRODUÇÃO

Este trabalho foi elaborado com base em uma entrevista realizada com CRIANÇA, sendo questionada sobre sua visão de brinquedoteca.

O trabalho tem com eixo central a ludicidade o e brincar promovendo o entendimento da brinquedoteca como lugar essencial de promoção do brincar, e propicia a compreensão dos professores como agentes de mediação e promoção das atividades lúdicas na escola.

a brinquedoteca é um espaço criado para favorecer a brincadeira,[...] aonde a criança ( e os adultos ) vão para brincar livremente, com todo o estimulo à manifestação de potencialidades e necessidades lúdicas. E ainda, muitos brinquedos, jogos variados e diversos materiais que permitem expressão da criatividade. Desta forma, a autora disserta que a brinquedoteca propicia a construção do saber, sendo uma “deliciosa aventura, na qual a busca pelo saber é espontânea e prazerosa. NesSa pespequitiva compreendemos que a brinquedoteca está ligada ao brincar, e interligada com a ludicidade, uma vez que por meio desse processo, pelas ações do brincar, as crianças deverão desenvolver sua fantasia, imaginação e criatividade, favorecendo assim sua aprendizagem do mundo ao seu redor .

2 DESENVOLVIMENTO

Este pesquisa foi realizada com uma sobrinha do meu convívio, na idade de sete anos de idade, tem por nome DAFNE HANNA e está cursando no primeiro ano na escola SEBASTIÃO LIMA na cidade de ITAITUBA

. Durante a pesquisa foi realizada algumas perguntas para a mesma e partindo dela discutimos como o lúdico pode ser trabalhado neste local e quais as contribuições apresentadas para aprendizagem das crianças. Foi questionado a ela se conhecia uma brinquedoteca, sua resposta foi que não conhecia , mas já ouviu falar sobre. Sabemos que uma brinquedoteca é um espaço reservado na escola para as crianças e jovens possam ser estimulados há brincarem livremente, colocando em prática sua própria criatividade e aprendendo a valorizar as atividades lúdicas.

A entrevistada não conhece uma brinquedoteca pois na escola que a mesma estuda não possui, mas os professores sempre RESERVA um momento em suas aulas para trabalharem o lúdico . Trabalhar a ludicidade através da brinquedoteca é algo maravilhoso e fantástico, pois por meio dela o aluno se sente mais livre e desimpedido para se expressar e aprender coisas novas .

Vigostky (1991) considera que a capacidade simbólica tem relação direta com o brincar, que possibilita a evolução dos processos mentais elementos como a memorização, atenção, percepção. Em processos mentais como a capacidade de análise síntese da criança.

A brinquedoteca estimula ainda o cuidado com os brinquedos, a preservação do espaço e o aprendizado do desprendimento e da posse dos brinquedos, as crianças que frequentam aprendem conceitos de democracia e direitos sociais. Por essas razões é importante que cada escola busque implantar seus espaços de brincar , sua brinquedoteca .

Santa Marli Pires dos Santos (1997) , relata que uma brinquedoteca não significa apenas uma sala com diversos brinquedos , mais em primeiro lugar , uma mudança de postura frente à educação . É reavaliar nossos padrões de conduta em desrespeito a criança, abandonar métodos e técnicas tradicionais , buscar o novo, não pelo modernismo, mas pela convicção do que este representa, é acreditar no lúdico como estratégia do desenvolvimento infantil .

Sabemos que o brincar é um direito da criança e está com ela desde seu nascimento. Por essa razão as escolas precisam valorizar esses momentos lúdicos , de criação e imaginação da criança . utiliza-los em suas aulas como fonte de ensino. Por muitos anos acreditou se que deixar as crianças brincarem em sala de aula era perca de tempo, e que a escola era apenas para aprender ler e escrever , escola era apenas lugar em que a criança tinha que ser alfabetizada. Mas essa concepção foi mudada e hoje as escolas buscam desenvolver no Maximo a criatividade das crianças no brincar.

O momento da brincadeira é uma ótima oportunidade de desenvolvimento para a criança, pois por meio desse ele aprende, organiza emoções, experimenta o mundo a sua volta, suas possibilidades de relações sociais, desenvolve sua automonia de ação. Ás vezes os familiares não tem conhecimento do valor de brincar para as crianças. A visão é que divulgada muitas vezes é de que brincar seja apenas um entretenimento, como se não houvesse outras utilidades mais importantes.

Mas sabemos que é por meio do jogo que a criança compreende o mundo a sua volta, testa suas habilidades físicas como pular, correr e mentais, aprende regras , aprende também a ganhar e a perder. A brincadeira estimula também a aprendizagem da linguagem e a habilidade motora. O brincar em grupo favorece princípios como a cooperação , a compartilhar e a liderar , competir e obedecer ás regras impostas nos jogos.Entendemos que o jogo é uma forma da criança se expressar, já que é uma circunstância favorável para manifestar seus sentimentos , assim o brincar se torna a linguagem da criança .

Freire ( 2002) ,

Tudo no jogo aponta para o mundo interior do sujeito , invisível aos nossos olhos, e a tradução exterior dessa atividade, no plano da nossa razão confunde-se com expressões de qualquer outra atividade .

O jogo auxilia o professor a compreender a percepção das crianças a respeito do mundo.

Sobre esse ponto Kishimoto (2000:pg. 19) afirma que

“o brinquedo propõe um mundo imaginário da criança e do adulto, criador do objeto lúdico. No caso da criança, o imaginário varia conforme a idade: para pré-escola de três anos está

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.3 Kb)   pdf (59.9 Kb)   docx (17.5 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com