TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Psicologia Organizacional e do Trabalho

Por:   •  9/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.630 Palavras (7 Páginas)  •  140 Visualizações

Página 1 de 7

[pic 2][pic 3][pic 4][pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

[pic 13]

[pic 14]


SUMÁRIo

       

1        INTRODUÇÃO        

2        DESENVOLVIMENTO        

3        CONCLUSÃO        

4     REFERÊNCIAS        



  1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho apresenta um resumo geral do livro da disciplina de Psicologia Organizacional e do Trabalho, bem como a psicologia como ciência e suas principais áreas de estudo.

Nele, produzimos uma interpretação de personalidade e o comportamento humano juntamente com a psicologia da personalidade.

Apresento a cultura como fator imprescindível numa organização desde sua formação individual até a realização profissional.

Consta também o comportamento organizacional numa visão micro-organizacional e meso-organizacional; cultura organizacionais e por fim, o homem contemporâneo e suas contribuições.


  1. DESENVOLVIMENTO

A psicologia e suas contribuições.

Inicialmente, o conceito de psicologia como ciência, é imprescindível para inteirarmos deste tema tão interessante onde visa proporcionar amplas contribuições para a experiência do comportamento humano.

Segundo Rampazzo e Ricieri (2009, p. 04) “a psicologia é o estudo do comportamento e dos processos mentais. Algumas pessoas poderiam pensar que os psicólogos estão interessados apenas em comportamentos anormais. Na verdade, eles estão interessados em todos os aspectos do pensamento e do comportamento.”

Com o surgimento de novas tecnologias de pesquisas, pode-se notar que a psicologia teve um grande avanço científico tentando solucionar os problemas nos aspectos do pensar e, sobretudo do comportamento humano; com o crescimento desta ciência, fatores que contribuíram para que isso acontecesse notavelmente foram os novos campos de investigação juntamente com as novas abordagens levando as diversas áreas de estudo da psicologia a um estudo eficaz dividindo os psicólogos do desenvolvimento como responsáveis pelo o estudo do crescimento físico e mental dos seres humanos desde o período pré-natal, adolescência, adulta e a velhice, sendo respectivamente, os psicólogos infantis, os psicólogos da adolescência e por fim os psicólogos da maturidade.

Diante do crescimento surpreendentemente da psicologia como ciência, as principais áreas se estruturam assim sendo: os fisiologistas investigam a natureza biológica do comportamento, dos pensamentos e das emoções; os psicobiólogos estudam a bioquímica do corpo bem como os medicamentos psicoativos, na forma como os hormônios e as drogas sociais prejudicam o ser humano; os geneticistas comportamentais estudam a hereditariedade nos traços normais e anormais.

Destaca-se diante deste grande avanço da divisão das áreas da psicologia, os profissionais que realizam pesquisas sobre processos psicológicos básicos, chamados de psicólogos experimentais enfocando a aprendizagem, a memória, a percepção, a motivação e as emoções; a psicologia da personalidade contribui com as diferenças existentes entre os indivíduos relacionados com a ansiedade, sociabilidade, autoestima, motivo de realização e agressividade. Nesta área uma das grandes preocupações destes profissionais é se determinada característica é algo estável da personalidade ou simplesmente uma resposta à situação social. Os Psicólogos clínicos, por vez, são profissionais que interessam no diagnóstico, nas causas e no tratamento dos distúrbios psicológicos e os que atuam também no aconselhamento se preocupam com problemas relativamente normais de adaptação a um contexto do dia a dia, desde uma orientação vocacional a um aconselhamento matrimonial; há psicólogos que se especializam na maneira que as pessoas influenciam umas às outras, estes são os psicólogos sociais e por último, os psicólogos que atuam dentro das empresas e indústrias com o objetivo de selecionar e treinar funcionários, dando condições de melhoramento profissional.

A maneira como a psicologia vem se estruturando não difere das outras ciências, pois comprovadamente por experiências se baseiam nos métodos científicos ou seja, além de estudar a natureza biológica do ser humano, também trabalha com teorias que precedentemente são resultado de pesquisas.

Neste sentido, a psicologia do trabalho, sendo o maior interesse de estudo desta produção, buscam respostas às atitudes, os grupos, os processos que dizem respeito ao ser humano em todas as situações de sua vida objetivando as relações trabalho e o processo produtivo promovendo a saúde do trabalhador.

Na certeza de que um psicólogo possui instrumentos adequados para ajudar o indivíduo a compreender, organizar e aplicar esse saber diante de suas transformações de pensamento e comportamento, logo, “o psicólogo é um profissional que desenvolve uma intervenção no processo psicológico do indivíduo, uma intervenção que tem a finalidade de torná-lo saudável, isto é, capaz de enfrentar as dificuldades do cotidiano, faz isto a partir de conhecimentos acumulados pelas pesquisas científicas na área da psicologia.” (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2002).

A personalidade e o comportamento.

A psicologia da personalidade se especializou nas diferenças que existem entre os indivíduos com relação à traços como a ansiedade, sociabilidade, agressividade.

Segundo Lisnéia Rampazzo e Marilúcia Ricieri, (2009, p. 31), “os psicólogos desta área tentam determinar as causas pelas quais algumas pessoas são temperamentais e nervosas, enquanto outras são alegres e despreocupadas, e porque algumas são tranqüilas e precavidas, e outras, inquietas e impulsivas. Eles também buscam saber se há diferenças consistentes entre homens e mulheres, membros de diferentes grupos culturais e raciais, relativas à características como a ansiedade, sociabilidade e consciência.”

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com