TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudo de Caso: Psicopatologia

Por:   •  22/3/2020  •  Resenha  •  383 Palavras (2 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 2

 Psicopatologia                                                                      Data: 27/09/2019.

Estudo de caso!

Identifique quais alterações das funções psíquicas estão presentes, formule uma hipótese diagnóstica e justifique-a.

Francisco, 45 anos, foi levado a um hospital geral por sua mulher, que, ao voltar pra casa no fim da tarde encontrou o marido muito agitado. Segundo ela, Antônio nunca teve qualquer sinal que indicasse transtorno mental. Relata que, quando o encontrou, ele não falava “coisa com coisa”, estava sonolento, não a reconheceu, e não conseguia responder a perguntas simples. No hospital, o médico plantonista constatou que Antônio não sabia onde estava, nem que dia era. Sua fala era confusa. Olhava para a maçaneta da porta e dizia que era um morcego. Dizia que havia linhas de pesca amarrando suas mãos. Não foi constatada intoxicação por uso de álcool ou outras drogas.

Observação: Sr. Francisco foi levado a um hospital de atendimento geral, é necessário que descartado qualquer patologia fisiológica, que o mesmo procure um atendimento especializado com um psicólogo(a) ou com um psiquiatra(a), para um possível acompanhamento psicológico e uma análise mais detalhada através de entrevistas, anamnese e outras ferramentas que estes profissionais podem utilizar. De acordo com a esposa do paciente, o mesmo até o momento não havia apresentado nenhum indício de transtorno mental. Dessa forma, cogitamos que houve um surto psicótico. Com base em alguns sintomas clássicos, como sonolência, não reconhecer a esposa, não conseguir responder perguntas simples, alterações repentinas de comportamento, alucinações, delirium, ou seja, perdeu a noção da realidade e estava incapaz de pensar racionalmente. Nas situações onde ele olhava para a maçaneta da porta e dizia que era um morcego e que havia linhas de pesca amarrando suas mãos, percebemos que houve alucinações.  Apesar  de o médico plantonista constatar que não houve intoxicação por uso de álcool ou outras drogas, não descartamos a possibilidade dele ser usuário de drogas licitas e ilícitas e estar sofrendo de uma crise de abstinência.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.1 Kb)   pdf (63.3 Kb)   docx (7.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com