TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Freud Alem da Alma

Por:   •  11/2/2019  •  Resenha  •  521 Palavras (3 Páginas)  •  20 Visualizações

Página 1 de 3

Universidade Potiguar – UNP

Psicologia

Armando

Julia Queiroz

Pablo

Freud Além da Alma

Natal – RN

2019

Armando

Julia Queiroz

Pablo

Freud Além da Alma

Psicanalise. Analise do filme de Freud S. Além da Alma, Leitura de A história do movimento psicanalítico e Um estudo Autobiográfico. 4/02/2019.

Orientador: Ana Isaura Benfica Teixeira

Natal – RN

2019

Cenas

1   No filme Freud ganha uma bolsa de estudos no curso de Charcot em Paris. Charcot fazer um teste com dois histéricos, uma mulher com paralisia em suas pernas e um homem com tremedeira, onde através da hipnose faz com que os histéricos afastarem seus problemas causados por traumas e trocam seus problemas entre si, apenas dando ordens enquanto os mesmos estavam hipnotizados. Assim chegam à conclusão que a hipnose, tanto cura como cria sintomas.

2   Freud passa a trabalhar com Brauer outro doutor da área, Freud pede para que Brauer o leve a uma paciente que segundo não tinha nenhum problema relacionado a sexualidade. A paciente que parecia estar curada volta a ter recaída, ela cria uma gravidez psicológica. No decorrer do filme Brauer passar essa sua paciente para seu amigo. Pelo fato de a paciente ter começado a mostrar sentimentos amorosos por ele, passou o sentimento que tinha pelo pai falecido.

No decorrer no filme Freud diz que tem a sensação que algo também lê aconteceu durante a infância, então passa a usar o caso de sua paciente como exemplo para si. Para ele os traumas eram devidos acontecimentos na infância causado pelos pais. Durante uma de suas consultas sua paciente diz que certa noite seu pai lhe abusou. Então Freud tenta achar a ligação e desvendar que pecado que seu pai fizera.

Freud tentava buscar saber em que ponto da história daquela jovem o trauma aconteceu, e cada vez mais ele via um trauma na infância, novamente tem o problema de a repreensão sexual.

Freud segura uma pulseira da mãe em formato de cobra que o faz sonhar e volta a pensar em quando ele era criança e vê a figura da mãe, que o deixou sozinho em uma noite para ir dormir com seu pai, ele ficou frustrado e queria a mãe ali, do lado dele e não com seu pai, teve ciúmes da mãe e se sentiu culpado por achar que desonrou seu pai. A cobra simbolizava a sexualidade. Ela lê o diário que era dos tempos de seu estudo Freud lembra que havia escrito uma vez: “o falso é às vezes a verdade de cabeça para baixo”, ele começa a repensar tudo que havia visto antes, que a pessoa podia mentir ou criar uma situação falsa e no inverso disto estar a realidade, quando a jovem dizia que seu pai a molestou, na verdade ela queria possuir seu próprio pai, seria uma fantasia que ela levou com ela para fase adulta sem saber administrar e que se tornou um trauma, então Freud começa a mudar sua teoria, pois em sua investigação na prática clínica sobre as neuroses, descobriu que a grande maioria de pensamentos e desejos reprimidos referiam-se de conflito de ordem sexual, localizados nos primeiros anos de vida.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (96.7 Kb)   docx (363.3 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com