TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TCC DE PEDAGOGIA

Por:   •  11/11/2018  •  Trabalho acadêmico  •  6.716 Palavras (27 Páginas)  •  173 Visualizações

Página 1 de 27

Introdução

O mercado de trabalho contemporâneo exige cada vez mais a necessidade  de que o profissional esteja sempre se atualizando e se reciclando, desenvolvendo múltiplas habilidades. Por outro lado exige que as empresas invistam mais na formação continuada de seus colaboradores, criação de ambientes mais colaborativos. Com o fortalecimento da ideia de processos educativos sendo desenvolvidos na esfera empresarial e, para atender essa demanda surge nesse cenário a figura do profissional denominado pedagogo empresarial. Escolhemos pesquisar a pedagogia empresarial na busca de dados que nos permitam compreender como se dá essa inserção e se as Universidades preparam de fato os futuros pedagogos para esse campo de atuação. Como futura Pedagoga, pretendo atuar no processo educativo do trabalhador no âmbito dessas organizações viabilizando, portanto, a educação como prática social precisamente por ser pedagógica, metodológica e organizadamente dirigida à transmissão de saberes e modos de ação voltados à construção humana.

A necessidade da educação nestes espaços vem ratificar que cada vez mais o pedagogo sai então do espaço escolar, que até pouco tempo, era seu espaço limitado de trabalho, para se inserir neste novo campo de atuação com uma visão redefinida deste profissional. Considerando a forte transição e mudança, em que a competitividade é a base fundamental do sucesso, as organizações de hoje requerem contínua mudança interna e inovação para poder permanecer na disputa e atender as necessidades do mercado que passa constantemente transformações rápidas e sucessivas. Nesse contexto, a pedagogia vem de encontro ao aperfeiçoamento das relações nesta fase de reorganização do ambiente organizacional e de gestão das pessoas.

Este trabalho tem por objetivo compreender quais as atribuições que competem ao pedagogo no âmbito empresarial, considerando as exigências do mercado de trabalho atual analisar os desafios e possibilidades da atuação dentro de organizações empresariais, conhecendo  as competências e saberes necessários ao pedagogo que atua na esfera organizacional, identificando as contribuições da atuação pedagógica, o que esse profissional pode agregar às empresas e funcionários da mesma, caracterizando as reais funções do pedagogo no âmbito empresarial tendo em vista a articulação multidisciplinar de conhecimentos e ações na perspectiva do trabalho como princípio educativo, verificando o caráter pedagógico das atividades desenvolvidas por esse profissional, investigando porque os empresários têm reconhecido o pedagogo como profissional útil para o desenvolvimento do capital humano de sua empresa, detectando, na percepção do pedagogo, os desafios enfrentados e as ações por ele desenvolvidas na busca de superação dos mesmos.

Capítulo I

PEDAGOGIA: CONCEITOS E CONTEXTOS

O termo pedagogia surgiu na Grécia Antiga e deriva da palavra paidagogo (paidós, criança e agodé, condução), como eram chamados os servos ou escravos que conduziam e acompanhavam as crianças aos locais de ensino (GHIRALDELLI, 2007). Ao longo do século XIX a Pedagogia se desenvolveu através de pesquisas ligadas à escola tendo como objetivo formar o indivíduo não só para o trabalho, mas também como cidadão (CAMBI, 1999, apud PEREIRA, 2010). A partir do século XIX que se tendeu a generalizar a utilização do termo pedagogia para designar a conexão entre a elaboração consciente da ideia de educação e o fazer consciente do processo educativo (SAVIANI, 2008:6).

A educação passa a ser compreendida como o objeto de estudo do campo da pedagogia, que permeia a formação do ser humano englobando diferentes níveis em toda esfera social. Freire (1996) ressalta que a educação é um processo de construção permanente e, portanto, a prática educativa está presente em todas as situações do cotidiano. Libâneo (2010) sintetiza que em sentido amplo, a educação compreende o conjunto dos processos formativos que ocorrem no meio social, sejam eles intencionais ou não-intencionais, sistematizados ou não, institucionalizados ou não.

Ao reconhecer essa abrangência da atividade educacional é possível pensar na Pedagogia para além da prática docente, sendo assim, o pedagogo-professor é o profissional que atua nos moldes da educação formal, portanto, ocupa apenas uma das possibilidades da extensão da atividade do educador. A escola deixa de ser seu único campo de atuação e o profissional passa a ser requerido em outras esferas educacionais. A Pedagogia gradativamente passa a conquistar seu espaço na sociedade e estende sua ação ao  universo empresarial.

No Brasil o curso de Pedagogia foi criado devido à preocupação com o preparo dos professores para a escola secundária, surgiu junto com as licenciaturas. Instituídas ao ser organizada a antiga Faculdade Nacional de Filosofia, da Universidade do Brasil, pelo Descreto-lei n° 1190 de 1939. Essa faculdade tinha como objetivo formar bacharéis e licenciados para várias áreas, entre elas, a área da pedagógica, seguindo a fórmula conhecida como “3+1”, em que as disciplinas de natureza pedagógica, cuja duração prevista era de um ano, estavam justapostas às disciplinas de conteúdo, com duração de três anos. Formava-se então o bacharel nos primeiros três anos do curso e, posteriormente, após concluído o curso de didática, conferia-lhe o diploma de licenciado no grupo de disciplinas que compunham o curso de bacharelado. (SCHEIBE E AGUIAR 1999, p. 223)

O pedagogo como bacharel, poderia exercer cargos de técnico em educação, sendo este um campo de inúmeras funções. Já como licenciado, o seu campo de trabalho era exclusivamente a docência.

1.1 A Pedagogia e as Organizações

As constantes transformações ocasionadas da modernização do mercado de trabalho têm lançado vários desafios para a educação, uma vez que esta é responsável pela transformação e desenvolvimento humano. O que por sua vez, de acordo com Libâneo (2010):

Não poderia deixar de afetar a pedagogia, tomada como teoria e prática da educação. Em várias esferas da sociedade surge a necessidade de disseminação e internalização de saberes e modos de ação (conhecimentos, conceitos, habilidades, hábitos, procedimentos, crenças, atitudes), levando a práticas pedagógicas (p.27).

Como foi estudado o processo de educação acontece em todos os momentos da vida dos sujeitos, seja na área informal ou formal. Visto que todos os dias e em toda parte misturamos a vida com a educação, na família, no trabalho, na escola, na igreja, na empresa, na política, nas ruas, nos meios de comunicação e etc. Para Libâneo (2010), a sociedade contemporânea tem se mostrado puramente pedagógica, revelando amplos campos de atuação para a pedagogia.

Acreditamos, assim como o autor supracitado, que a formação do educador permiti que ele atue em duas esferas da ação educativa, a escolar e a extra escolar. Na atuação pedagógica escolar, o pedagogo pode atuar como professor dos anos iniciais do ensino fundamental, da Educação de Jovens e Adultos (EJA), da Educação Especial e da Educação Indígena; nas atividades de Supervisão Pedagógica; Gestão; Administração Escolar; Coordenação e Orientação Educacional. Na atuação pedagógica extra-escolar o campo de ação é mais amplo, envolve todas as práticas educativas (não-escolares) desenvolvidas em espaços culturais e nas empresas, em órgãos públicos, privados, em serviços de saúde, alimentação, promoção social, com atividades de formação de pessoas etc (LIBÂNEO, 2010).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (45.9 Kb)   pdf (284.2 Kb)   docx (502.5 Kb)  
Continuar por mais 26 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com